Dá um Gosto ao ADN

quarta-feira, 28 de junho de 2017

Montijo recuperou antiga Ermida de Santo António

Ermida Santo António já está de portas abertas

“Abrimos hoje de novo as portas da Ermida de Santo António, para que continue a ser um lugar de história e de memória dos montijenses”. Foi com estas palavras do presidente da Câmara Municipal do Montijo, Nuno Canta, inaugurou a reabilitação da Ermida de Sto. António, localizada na Quinta do Pátio d’ Água, no Montijo. “Ao realizar a obra de recuperação deste imóvel de interesse público, quisemos sublinhar que a fidelidade às nossas raízes e tradições constitui uma condição essencial para a construção do futuro”, afirmou o autarca.
Ermida de Santo António inaugurada no dia de São João 


A cerimónia iniciou-se com o descerramento da placa inaugural, a que se seguiu a bênção da Ermida pelo pároco do Montijo, Carlos Rosmaninho.
A Ermida de Santo António, cujas origens remontam ao século XVI, foi alvo de uma profunda obra de reabilitação e restauro, tanto no seu interior como no exterior. Preparada que foi a base necessária para a colocação de um novo pavimento, foi instalado o pavimento final “Chão Comum”, simultaneamente objeto funcional e obra de arte, da autoria da conceituada artista montijense Fernanda Fragateiro.
A artista esteve presente na inauguração e explicou que a sua intervenção na Ermida teve duas preocupações essenciais: introduzir luz no espaço e dar visibilidade aos vestígios revelados pelos trabalhos de arqueologia, nomeadamente alguns azulejos que recordam os enxaquetados quinhentistas.
A cerimónia terminou com a atuação de um Sexteto de Cordas da Orquestra Metropolitana de Lisboa, no Salão Nobre da Junta de Freguesia da União das Freguesias de Montijo e Afonsoeiro.
Esta intervenção na Ermida de Santo António representa um investimento total de 189 mil 790 euros, com financiamento contratualizado no âmbito do Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano/Programa Operacional de Lisboa 2020 (através do FEDER, correspondendo a 94 mil 895 euros, ou seja, 50 por cento do valor total da obra).
Sucedendo à requalificação de meados do séc. XX, então sob projeto do arquiteto Porfírio Pardal Monteiro, a Câmara do Montijo promoveu esta intervenção assumindo plenamente a obrigação de cuidar o património público concelhio, não se limitando a conservá-lo, antes pugnando pelo seu enriquecimento e valorização.

Agência de Notícias com Câmara do Montijo 

0 comentários:

Enviar um comentário

Festas Pinhal Novo 2016 - 9 Junho

Festas Pinhal Novo 2016 - 8 Junho

Festas Pinhal Novo 2016 - 7 Junho

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010