Dá um Gosto ao ADN

terça-feira, 6 de junho de 2017

5,6 milhões de euros para investir no Alentejo Litoral

Apoios da Europa para criação, modernização ou expansão de pequenas empresas 

“A região do Alentejo Litoral tem já ao seu dispor mais de cinco milhões de euros para investimento empresarial e criação de emprego”, afirmou Vítor Proença, presidente da Comunidade Intermunicipal do Alentejo Litoral na apresentação pública do Sistema de Incentivos ao Empreendedorismo e Emprego, onde marcou presença o presidente da Câmara de Santiago do Cacém, Álvaro Beijinha  que considera este projeto "vem criar um conjunto de oportunidades para as iniciativas empresariais que, até agora, pareciam excluídas dos apoios comunitários". 
Autarcas querem mais emprego no Alentejo Litoral 

De acordo com o autarca, “o Sistema de Incentivos ao Empreendedorismo e Emprego vem criar um conjunto de oportunidades para as iniciativas empresariais que, até agora, pareciam excluídas dos apoios comunitários”, sublinhando que “é pela via do investimento público e do investimento privado, da dinâmica económica e da dinâmica das instituições dos diferentes setores, que podemos aumentar o dinamismo económico desta região”.
Durante a cerimónia de apresentação deste programa, o Secretário de Estado do Desenvolvimento e Coesão, Nelson de Souza, salientou a importância do apoio às empresas e ao seu investimento uma vez que este permite “que elas invistam e que daí resulte criação de riqueza, criação de postos de trabalho ou o aumento de exportações”. O governante salientou, precisamente, que para este financiamento “não prescindimos da exigência da criação de postos de trabalho”.
O financiamento, que é a fundo perdido e se destina à criação, modernização ou expansão de micro e pequenas empresas para investimentos até 235 mil euros, tem como condição a criação líquida de emprego.
O Sistema de Incentivos ao Empreendedorismo e Emprego pode ser atribuído para a aquisição de bens e serviços necessários à criação de uma empresa e simultaneamente para a criação de emprego, inclusive criação do próprio emprego.
Os apoios variam entre os 30 e os 40 por cento, podendo ser aumentados em função da criação de novas empresas ou expansão de empresas com menos de cinco anos, bem como do contributo dos investimentos para a estratégia de desenvolvimento da região.
As candidaturas serão geridas pela CIMAL e pela Associação de Desenvolvimento Local do Litoral Alentejano, em colaboração com a Autoridade de Gestão do Programa Operacional Regional Alentejo 2020, e decorrem até 14 de Dezembro, estando os Avisos disponíveis no site da CIMAL, no site do Alentejo 2020 e no portal do Portugal 2020.
A cerimónia de apresentação do Sistema de Incentivos ao Empreendedorismo e Emprego, que registou uma forte adesão por parte dos empresários da região que esclareceram as suas dúvidas sobre a linha de financiamento, contou ainda com a participação do Presidente da Associação de Desenvolvimento Local do Litoral Alentejano em representação da Federação Minha Terra, Manuel Amaro, do presidente da Comissão Diretiva do Alentejo 2020, Roberto Grilo e do presidente da Agência de Desenvolvimento e Coesão, António Costa Dieb, entre muitos outros convidados.

Agência de Notícias com Câmara de Santiago do Cacém 


0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010