Dá um Gosto ao ADN

segunda-feira, 15 de maio de 2017

O vencedor da Eurovisão com ligações ao Pinhal Novo

Amar Pelos Dois, a canção interpretada por Salvador para cantar por Portugal inteiro 

Depois de o patinho feio Éder ter marcado o golo que deu a vitória de Portugal no campeonato final da Europa em 2016, este ano foi a vez de outro herói improvável surgir enquanto figura adorada pelo País. Salvador Sobral, o menino que "cresceu" numa família de Pinhal Novo, editou o disco de estreia “Excuse Me” no ano passado, tornou-se o primeiro português a vencer a Eurovisão este sábado, 13 de Maio, e logo com um recorde de pontos. Até agora, Portugal não tinha passado do sexto lugar, com Lúcia Muniz, em 1996 em Olso, na Noruega, com "o meu coração não tem cor". Salvador e Lúcia tem em comum a vila de Pinhal Novo. "Amar pelos dois", a música que ganhou festival, foi este fim de semana, a música mais "tocada" em todo o mundo. Os irmãos Salvador e Luísa Sobral chegaram este domingo a Portugal e foram recebidos por uma multidão de fãs no aeroporto de Lisboa, que os aclamaram depois do triunfo inédito em Kiev, Ucrânia. 
Salvador Sobral foi a grande revelação do festival 


Fez história num ano de ouro para Portugal. Salvador Sobral arrebatou para Portugal uma inédita vitória no Festival da Canção da Eurovisão e está  ligado à região de Setúbal, pela família. O jovem que conquistou a Europa da música tem ligações estreitas ao Pinhal Novo.
Salvador e Luísa são sobrinhos de Bernardo Vilar (piloto de todo o terreno), por parte materna. A avó materna também é da vila de Pinhal Novo.
Diziam que era impossível. Que uma balada nunca iria vencer a Eurovisão. Que a música não era festivaleira e que Salvador Sobral iria ter de mudar tudo para vencer o concurso. O músico dispensou um espectáculo de luzes impressionante e subiu ao palco secundário - bem no meio do público -  com uma indumentária tão simples quanto a eficácia da sua música. 
Sem bailarinos ou um coro, Salvador Sobral colocou um país inteiro a olhar para a Eurovisão novamente. E, em português, conseguiu conquistar também a atenção de toda a Europa e não só. A canção tornou-se um fenómeno global e durante semanas surgiam dos quatro cantos do mundo vídeos de fãs a interpretar as suas versões. 
Na imprensa internacional multiplicaram-se títulos a elogiar a “voz de anjo” e a “actuação perfeita”. A esperança foi crescendo entre as vozes mais cépticas. Este sábado, os resultados do festival não deixaram margem para dúvidas: a Europa rendeu-se a Salvador Sobral.
Depois de vencer o Festival da Canção, o álbum Excuse Me, editado em 2016, saltou para o top de vendas do iTunes.
“Isto é uma vitória para a música. Para as pessoas que fazem música que realmente significa alguma coisa. A música não é fogo-de-artifício. A música é sobre sentimentos. Vamos tentar mudar isso”, foram as primeiras palavras de Salvador Sobral, ao agradecer a distinção, durante a noite de sábado, em entrevista à RTP.

Uma canção que deixou a Europa rendida à língua portuguesa  
Luísa Sobral com Salvador Sobral, os grandes vencedores 
O sucesso da canção durante a final de sábado, na capital ucraniana, garantiu a Portugal a primeira vitória no concurso da Eurovisão, batendo o recorde europeu de pontos, após anos sem chegar sequer à grande final. E mais: esta era uma das poucas canções desta edição a ser cantada na própria língua, mesmo tendo sido esta a primeira edição portuguesa a permitir canções integralmente em inglês. “O idioma, mais do que a língua portuguesa, foi a música”, explica Salvador, durante a conferência de imprensa pouco tempo depois de ter chegado ao aeroporto de Lisboa.
“O importante foi a música. As pessoas na Europa inteira votaram na canção e não perceberam uma palavra”. Luísa haveria de concordar mais tarde: “As pessoas não percebiam o que ele dizia”, mas ele venceu, porque “ele sentia o que estava a dizer (e as pessoas viam isso)".
Para Luísa Sobral, a escolha foi simples: “Quando percebi que era para representar o país, pensei que só fazia sentido ser uma canção em português”, recorda a compositora. Contudo, considera que não é preciso cantar-se sempre em português lá fora, ainda que também não seja peremptório cantar-se em inglês para que a mensagem seja percebida: “Eu que falo inglês fluentemente, não percebia o que é que eles estavam a dizer na maior parte das canções do festival”. “Nem eles próprios”, graceja Salvador. “Havia uma rapariga que cantava em inglês e não sabia falar inglês”, sublinhou a irmã.
A vitória de Salvador Sobral levou, este domingo, o The Guardian a prestar vários elogios à prestação do português, bem como à língua portuguesa.
O jornalista da publicação britânica refere que o cantor português foi "surpreendente" e nos fez lembrar que “a língua portuguesa é provavelmente a língua mais bela para se cantarem boas e melodiosas músicas”.
“Uma música decente ganhou graças a Salvador Sobral de Portugal”, acrescenta o mesmo jornal.

A música já é sucesso em todo o mundo 
Caetano Veloso, conceituado músico brasileiro, deixou uma mensagem na sua página oficial no Facebook a dizer que estava a ver o Festival Eurovisão da Canção e que queria que Salvador ganhasse. Porquê? "Ele é bom de mais!" Ao saber da mensagem de Caetano, no final do concurso e já com o prémio na mão, o jovem português agradeceu.
"O Caetano Veloso fez um vídeo a dizer que queria que eu ganhasse a Eurovisão e esse vídeo vale mil vezes mais que esta... coisa, pá!! Muito mais, muito mais. Esse vídeo do Caetano, para mim, seria completamente impensável e deixa-me super feliz", disse o cantor à RTP.
Também a diva da representação Meryl Streep não deixou passar em branco a interpretação de Salvador Sobral. "Parabéns, Portugal. Que maravilhosa Canção", escreveu no Twitter.
O fenómeno Salvador Sobral já se fazia sentir ainda antes da vitória no Eurovisão. Mas agora só promete crescer ainda mais, com a música Amar pelos Dois a dominar as vendas no iTunes de vários países.
É sem grande surpresa a música mais vendida no iTunes de Portugal, mas também no da Lituânia, Espanha, Holanda e no iTunes da Ucrânia, o país que recebeu esta edição do Festival Eurovisão da Canção.
Na Bélgica, Dinamarca, Polónia e em Macau a música ocupa o segundo lugar das mais vendidas no iTunes. É o terceiro no top bielorrusso e no grego. Em França e na Suíça ocupa a quinta posição. Na Alemanha está no top 10 e no Reino Unido está muito perto de entrar na lista das 20 músicas mais vendidas. E na Islândia, Espanha e na Dinamarca, foi a música mais ouvida nas rádios durante o fim de semana, onde também se destacou em quase todos os países europeus como também foi muito ouvido na Austrália, Estados Unidos, Macau, Japão e no Brasil.   
O sucesso de Amar pelos Dois também se estende ao Spotify, onde as reproduções de música dispararam depois da vitória no Eurovisão. A música está no top do Spotify português, espanhol, holandês, sueco, dinamarquês e sérvio, entre outros.

Portugal teve o recorde de pontos 
Milhares esperaram Salvador no Aeroporto de Lisboa 

Quando Salvador apareceu às centenas de pessoas que o aguardavam há horas bradaram vozes pelo ar, em gritos de apoio que ecoavam pelo aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa. Sob o abano das bandeiras lusas, os portugueses gritavam, entusiasticamente e em uníssono: “Salvador! Salvador!” e “Portugal! Portugal!”. Enquanto caminhava sob a protecção de vários agentes da PSP, Salvador, que recusou o estatuto de herói e pediu ainda respeito pela sua privacidade. 
A vitória do músico português começou a ser clara nos primeiros minutos de votação, com Portugal a somar o favoritismo da maioria dos júris de cada país. A canção portuguesa só não recebeu pontuação do Montenegro e da Bulgária. A votação dos espectadores não foi diferente.
Além disso, Salvador fez mais ainda e conseguiu inscrever a sua marca também na história do concurso: Portugal conquistou a melhor pontuação de sempre no concurso de música, 758 pontos. Até agora, o melhor classificado não tinha somado mais de 534 pontos.
Em segundo lugar ficou a Bulgária, com 615 pontos, e em terceiro lugar a Moldávia. Portugal deverá agora assegurar a organização do concurso no próximo ano. De acordo com as primeiras informações oficiais, o evento deverá realizar-se em Maio.
Salvador Sobral já tem um concerto marcado no distrito. É em Setúbal, a 11 de Agosto.

Agência de Notícias 

0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010