Dá um Gosto ao ADN

terça-feira, 14 de março de 2017

Festival de Música de Setúbal regressa em Maio

Festival reúne talento local, nacional com convidados internacionais 

O Festival de Música de Setúbal, continua a ser um fenómeno cultural incomparável, juntando convidados de renome internacional, tanto de Portugal como além-mar, em conjunto com a comunidade local - incluindo aproximadamente 1500 jovens – através da música, explorada como factor de desenvolvimento e inclusão social e enriquecendo a vida cultural desta encantadora e calorosa cidade. O evento vai decorrer de 25 a 28 de Maio e o tema deste ano - a “Migração”- focando-se na inter-relação das culturas da Península Ibérica, é muito significativo, não só enquanto conceito, mas também a nível global e local.  A londrina Grand Union Orchestra, a Sinfonietta de Lisboa e o Coro da Gulbenkian contam-se entre os grupos que participam na edição deste ano do festival, referiu a organização.
 Grand Union Orchestra de Londres marca presença no festival 

Da edição deste ano, a organização destacou ainda a participação de Dejan Ivanovic, proveniente de Tuzla (Bósnia-Herzegovina), "atualmente considerado um dos mais conceituados guitarristas clássicos", que atuará em três concertos diferentes.
O festival abre, no dia 25 de Maio, com um concerto da Sinfonieta de Lisboa, no Fórum Luísa Todi, intitulado 'Boas migrações'.
Neste concerto participam ainda a Camerata de cordas do festival e os maestros Vasco Pearce de Azevedo e Kerem Hasan.
Com Lia Yeranosyan, Josefina Fernandes e Joana Praça nos violinos e Sofia Azevedo no violoncelo, serão interpretadas composições de Händel, Stravinsky e Bela Bartok.
No dia 26, no Auditório José Afonso, haverá uma demonstração de percussão, enquanto na Igreja de S. Simão, em Vila Fresca de Azeitão, haverá um concerto de cordas ibéricas, pela Camerata do Festival de Setúbal, com Dejan Ivanovich, na guitarra, dirigido pelo maestro Kerem Hasan.
À noite, no Fórum Municipal Luísa Todi, num espetáculo intitulado 'Ventos ibéricos' atuará a Grand Union Orchestra, que terá Celina da Piedade na voz e acordeão e a Academia Luísa Todi, o Conservatório Regional de Setúbal e o Conservatório Regional de Palmela, dirigidos por Tony Haynes, que também é o responsável pelos arranjos.
No dia 27, na baixa de Setúbal haverá música mas ruas da baixa da cidade, enquanto à tarde, na Casa da Avenida, também em Setúbal, haverá um espetáculo com músicas de novos compositores setubalenses.
No último dia do certame, no Fórum Luísa Todi, haverá um espetáculo intitulado 'Vozes ibéricas', com coros das escolas do 1.º ciclo, o Coral Infantil de Setúbal e elementos da Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental (APPACDM), que terá como convidado o músico Carlos Barreto Xavier, coordenador e diretor do projeto.
'Migrações Ibéricas' é o título do concerto a realizar, também no dia 28, na igreja do Convento de Jesus, em que participam Dejan Ivanovich, o Coro da Gulbenkian e o coro do Conservatório Regional de Setúbal, dirigidos pelo maestro Paulo Lourenço.
Serão interpretadas obras de Castelnuovo-Tedesco, António Laertes, entre outros.
Na tarde de dia 28, na Casa da Avenida, em Setúbal, haverá também uma conversa com Pilar del Rio, João Francisco Vilhena e João Brites sobre o romance 'A jangada de pedra'.

Agência de Notícias com Lusa

0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010