Dá um Gosto ao ADN

terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

Setúbal recorda vida e obra de José Afonso

“Diz ao Zeca que ele não morre no coração dos novos”

A inauguração de exposições, o lançamento de uma revista e um concerto com Francisco Fanhais marcaram o início das comemorações do 30.º aniversário da Associação José Afonso, no dia 4, na Casa da Cultura, em Setúbal.  O programa teve início com a inauguração de duas exposições e o lançamento da revista “Insisto não ser tristeza” que percorre, em setenta páginas, os trinta anos de atividade da Associação José Afonso, através de cartazes e fotografias, poemas e extratos de entrevistas a José Afonso.
Programa especial a propósito dos 30 anos da morte do músico

O verso “Insisto não ser tristeza” vai ser o lema de um ano em que se assinalam os 30 anos da morte de José Afonso, disse Francisco Fanhais, presidente da associação com o nome do músico, instituição que cumpre igualmente o 30.º aniversário em 2017. “A ideia é celebrar os 30 anos da associação e evocarmos o legado que o Zeca nos deixou, que não está morto, mas que devemos perpetuar para as gerações que nos seguirem, porque se não o fizermos não cumpriremos a nossa função”, sublinhou Francisco Fanhais.
“É um lema arrojado numa altura em que as coisas parece que vão por água abaixo”, disse. “Mas é também uma escolha, para contrariar tendências pessimistas. É a partir daí que estabelecemos uma série de iniciativas e de parcerias, com freguesias e municípios, com entidades públicas e privadas.” Lisboa, Setúbal, Braga, Faro, Santiago do Cacém, Santo André, Aveiro, Seixal, Almada, Évora, Santarém, Cacém, Abrantes e Bruxelas são os locais onde irão decorrer as iniciativas, entre as quais está previsto um concerto com o cantor Patxi Andión, em Junho, em Évora.
A iniciativa, em Setúbal [cidade onde morreu a 23 de Fevereiro de 1987] , contou com “uma grande adesão de público”, o que acabou por“superar as expectativas da associação, além de ter merecido um direto da RTP 1 para o jornal das 20 horas”, sublinha António Sequeira, membro da direção da Associação José Afonso
A presidente da Câmara de Setúbal, Maria das Dores Meira, e o presidente da União das Freguesia de Setúbal, Rui Canas, estiveram presentes, bem como dois “convidados especiais” da Associação José Afonso, a atriz Maria do Céu Guerra e o produtor de televisão Manolo Bello.
“A presença dos dois foi simbólica e marcante, pois foram eles que assinaram a constituição da associação a 18 de novembro de 1987. Temos a fotografia desse momento na revista e num dos painéis da exposição”.
A iniciativa de lançamento da revista e inauguração das exposições contou ainda com um apontamento musical a cargo da Tuna Barbosa Du Bocage.
À noite, a Sala José Afonso foi pequena para as muitas pessoas que quiseram assistir ao concerto de homenagem a Zeca Afonso com Francisco Fanhais, tendo “muita gente ficado fora da sala”.
“Insisto não ser tristeza”, primeiro verso de um poema de José Afonso, é o mote da mostra fotobiográfica patente na Galeria de Exposições da Casa da Cultura, composta por painéis com mais de vinte páginas ampliadas em tamanho A2 retiradas da revista comemorativa dos trinta anos da Associação José Afonso.
O mesmo poema inspira a exposição fotográfica “8 Fotos 8 Versos”, de Maria Poeiras, em que cada imagem tem como título cada um dos oito versos que o compõem.
As exposições podem ser visitadas até 1 de Março, de terça a quinta-feira das 10 às 24 horas, sextas e sábados das 10 à uma da madrugada e aos domingos das 10 horas às 20 horas.
A Associação José Afonso nasceu a 18 de novembro de 1987 com o objetivo de divulgar a vida e a obra de José Afonso, falecido em Setúbal a 23 de fevereiro do mesmo ano.

Agência de Notícias com Câmara de Setúbal

0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010