Dá um Gosto ao ADN

terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

PJ apanha suspeitos de assalto a hipermercado no Barreiro

Os três homens são suspeitos de tentarem matar agentes da PSP

Três homens que estava ainda em fuga e que tinham assaltado o Continente na Verderena, no Barreiro, em Outubro, foram capturados e ficaram em prisão preventiva. O bando violento é acusado de associação criminosa e de ter tentado matar dois polícias. Os detidos, com antecedentes criminais e que ficaram agora em prisão preventiva, pertencem a uma associação criminosa a que se imputa duas tentativas de homicídio de agentes da PSP, bem como um crime de roubo qualificado a funcionário de empresa de segurança, que integrava a tripulação de uma carrinha de transporte de valores.  No decorrer desta acção criminosa, já na fuga, existiu um confronto, com troca de tiros, com elementos da PSP, de que resultou a morte de um dos assaltantes e ferimentos graves num outro. 
Assalto ocorreu em Outubro num hipermercado do Barreiro 

Foram detidos três suspeitos do assalto violento a um hipermercado no Barreiro, que estavam em fuga desde a noite de 15 de outubro. Acusados de associação criminosa e de terem tentado matar dois polícias, ficaram em prisão preventiva. Estes três homens já tinham cadastro.
Os outros dois assaltantes foram atingidos pela polícia naquela noite: um foi morto e outro ficou gravemente ferido.
Na altura, o grupo assaltou a superfície comercial cerca das 23h30, perto da hora de fecho. O primeiro carro patrulha a chegar ao local foi alvejado.
Os dois elementos policiais que chegaram em primeiro lugar ao local também sofreram ferimentos – um deles foi mesmo atropelado pelos suspeitos.
Os assaltantes atuaram com gorros, luvas e coletes à prova de bala, tendo a PSP recuperado uma pistola, um revólver, uma metralhadora e uma ‘shotgun’ utilizados no roubo.
Dos cinco assaltantes, que estavam fortemente armados - e não sete, como na altura foi relatado -, três conseguiram fugir e mantiveram-se a monte. A Polícia Judiciária, através da sua Unidade Nacional Contra Terrorismo, conseguiu identificá-los, localizá-los e detê-los.
São indivíduos na casa dos 30 anos, com antecedentes de crimes violentos, e foram capturados na madrugada da passada quarta-feira na zona de Lisboa", explicou fonte da Judiciária.
De acordo com a TVI24, os assaltantes agora capturados tinham residência na zona da Amadora e antecedentes criminais relacionados com assaltos.
O trio agora detido pela Unidade Nacional Contra Terrorismo da PJ responde pelos crimes de associação criminosa, homicídio qualificado na forma tentada de agentes da autoridade, roubo qualificado a carrinha de transporte de valores, furto qualificado, falsificação de documentos, detenção de arma proibida.













0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010