Dá um Gosto ao ADN

terça-feira, 10 de janeiro de 2017

Setúbal lembra nascimento de Luísa Todi

Comemorações dos 264 anos do nascimento de Luísa Todi arrancaram ontem 

O município de Setúbal deu, esta segunda-feira, início às comemorações dos 264 anos do nascimento da cantora lírica Luísa Todi, com uma cerimónia evocativa, sessões pedagógicas dirigidas à comunidade escolar e a abertura de uma exposição. As celebrações incluíram a tradicional deposição de flores na “glorieta” dedicada à cantora sadina, que nasceu a 9 de Janeiro de 1753 e que ficou internacionalmente famosa durante o século XVIII. O acto contou com uma homenagem da Câmara de Setúbal, representada pelos vereadores Pedro Pina – que depôs uma coroa de flores – e Fernando Paulino.

Câmara de Setúbal comemora nascimento de cantora lírica 

Na cerimónia, houve ainda homenagens do Centro de Estudos Bocageanos, por Maria do Carmo Branco, da Liga dos Amigos de Setúbal e Azeitão (LASA), por Machado Luciano, da Universidade Sénior de Setúbal (Uniseti), através de Quaresma Rosa, e da Academia de Música e Belas-Artes Luísa Todi, por Rui Praxedes, além da PSP.
Paralelamente, decorreram duas sessões pedagógicas do Serviço Educativo dos Museus sobre a vida e obra de Luísa Todi, na Biblioteca Pública Municipal de Setúbal, com a participação de alunos das escolas básicas do Faralhão e n.º 4 dos Pinheirinhos.
Até 20 de Janeiro, a Biblioteca tem patente uma exposição bibliográfica sobre Luísa Todi. No local será ainda possível assistir a um documentário, desenvolvido pela RTP, sobre a cantora, com interpretação de Laura Soveral, texto de Maria João Seixas e pesquisa e direcção musical do maestro João Paulo Santos. Para apreciar o percurso pessoal e artístico da mais célebre cantora lírica portuguesa.

Actividades canceladas durante luto nacional a Mário Soares
O programa comemorativo dos 264 anos de Luísa Todi, organizado pela Câmara Municipal de Setúbal, com todas as actividades de entrada gratuita, previa, na cerimónia desta manhã, um apontamento musical do Coro da Uniseti e da Academia Luísa Todi, que acabou por não se realizar “por decisão da autarquia de cancelar os eventos públicos lúdicos durante o luto nacional pela morte do antigo Presidente da República, Mário Soares”, explicou o município.
Foram igualmente suspensas “a apresentação do resultado do concurso para a selecção do Hino do Município, prevista para ontem, e uma actuação do Coral Luísa Todi  programadas para o Salão Nobre dos Paços do Concelho”, iniciativas que terão lugar em data a definir.
Luísa Rosa de Aguiar, nome de solteira, nasceu em Setúbal, na atual Rua da Brasileira, no Bairro do Troino, a 9 de Janeiro de 1753, estreando-se no mundo do espetáculo como atriz, em Lisboa, cidade para onde foi viver com os pais.
Após conhecer Francesco Saverio Todi, violinista de origem italiana, com quem veio a casar com apenas 16 anos, encetou uma carreira que a tornou a maior cantora lírica portuguesa de sempre, alcançando êxitos nas principais salas europeias, em Londres, Paris, Berlim, Turim, Varsóvia, Veneza, Viena e São Petersburgo.
Luísa Todi faleceu em Lisboa, a 1 de Outubro de 1833, com 80 anos, cega, devido a uma doença que tinha desde nova.

Agência de Notícias com Câmara de Setúbal 

0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010