Dá um Gosto ao ADN

quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

Palmela, Setúbal, Moita e Sesimbra cantam as Janeiras

Região despede-se da época natalícia no dia de Reis

A encerrar a quadra festiva, as tradicionais Janeiras voltam a sair à rua um pouco por todo o distrito de Setúbal nesta sexta-feira, dia de Reis. O dia remete-nos, como noutras celebrações, para tempos remotos, em que se celebravam deuses e divindades pagãs ou eram pedidas ou oferecidas dádivas no início do ano comum, símbolo de bom augúrio, quer para quem as pedia, quer para quem as doava. Hoje a mensagem é clara: saudar os Reis Magos, lembrar o Natal e dar as boas vindas ao novo ano é a missão do movimento associativo que continua a manter viva a tradição de séculos. Palmela, Sesimbra, Moita e a capital do distrito celebram o fim do Natal e dão boas novas a 2017. Assista às comemorações do Dia de Reis e despeça-se da melhor forma da quadra natalícia. 
Tradição cumpre-se no Centro Histórico de Palmela 


A vila de Palmela volta a cumprir a tradição e, a 6 de Janeiro, oito grupos saem à rua para assinalar a Noite de Reis e saudar o novo ano, numa organização da Câmara Municipal. O ponto de encontro é nos Paços do Concelho, às 21 horas, com as primeiras atuações e início do desfile, que percorrerá o Centro Histórico da vila.
Participam, nesta edição das Janeiras, o Centro Social de Palmela, o Grupo 40 de Palmela da Associação de Escoteiros de Portugal, o Grupo Coral “Ausentes do Alentejo”, o grupo de crianças e jovens das Férias Culturais – Passos e Compassos, a Sociedade Filarmónica Palmelense “Loureiros”, a Sociedade Filarmónica Humanitária, a Associação “Casa do Castelo” e o Grupo de Cantares Modalentejo.
O percurso até ao Largo de S. João conta, como habitualmente, com várias paragens para cantar as Janeiras, nomeadamente, Praça Duque de Palmela, Rua Hermenegildo Capelo, Largo do Mercado, Junta de Freguesia de Palmela/Espaço Cidadão e Grupo dos Amigos do Concelho de Palmela. 
O programa termina junto ao Cine-teatro S. João, com a atuação final e um momento de convívio, com distribuição de Bolo Rei e Moscatel.
"Com esta noite de música e confraternização, que constitui, já, um dos momentos altos da vida cultural do concelho, o Município encerra o programa “Viva o Natal em Palmela”, que está em curso, destacando-se o Presépio com figuras populares e etnográficas da vila, que tem atraído muitas centenas de visitantes", diz a autarquia de Palmela em comunicado.
"Este ritual popular, tão característico do Centro Histórico e motivo de atração turística, foi retomado pela Câmara de Palmela em 1995, numa organização conjunta com o Movimento Associativo local, e conquistou o seu lugar no calendário cultural da região", diz a autarquia.

Os Reis Magos em Sesimbra
O Dia de Reis é uma celebração associada à tradição natalícia, segundo a qual, na noite de 5 para 6 de Janeiro, três Reis Magos do Oriente, Belchior, Baltazar e Gaspar, guiados por uma estrela, visitaram o Menino Jesus. Os Reis Magos levaram de presente ouro, incenso e mirra. Na sexta-feira, os três Reis Magos passam pelo concelho de Sesimbra onde prometem fazer as delícias dos mais pequenos e dos graúdos. A rota dos Reis arranca em Quinta do Conde e encerra ao anoitecer na vila de Sesimbra.
A partir das 10h30 horas, os Reis Magos, montados em dromedários, vão passar pelo Mercado Municipal da Quinta do Conde e distribuir presentes às crianças. No local, vão também ouvir-se as Janeiras cantadas pelo Grupo Coral A Voz do Alentejo.
Às 14h30 horas, Belchior, Baltazar e Gaspar vão fazer as delícias das centenas de crianças da Escola Básica de Sampaio. As comemorações do Dia de Reis terminam no Largo do Município, na vila de Sesimbra.
A animação tem início às 17 horas, e para além dos Reis Magos e dos seus dromedários, conta também com um concerto das Janeiras pelas crianças do Agrupamento de Escolas Navegador Rodrigues Soromenho.

Janeiras ouvem-se em Setúbal
Setúbal ouve cantar as tradicionais janeiras, no dia 6, Dia de Reis, em duas atuações distintas no concelho.
O Grupo Coral Amigos do Independente e o Grupo Sénior de Cantares Populares de São Sebastião atuam, às 15 horas, no Auditório Germano dos Santos Madeira, na sede da Junta de Freguesia de São Sebastião, autarquia que promove este espetáculo, de entrada gratuita.
Mais tarde, pelas 18 horas, nos Paços do Concelho, tem início uma atuação especial de diferentes grupos da cidade.
As janeiras são interpretadas para o Executivo municipal pelos grupos corais alentejanos Os Amigos do Independente e Os Amigos dos Sadinos, por um agrupamento musical da universidade sénior Uniseti e pelo Coro do Município Afina Setúbal.

Tradição também na Moita 
No dia 6 de Janeiro, Dia de Reis, voltam-se a ouvir as Janeiras, no edifício dos Paços do Concelho, na Moita.
Entre as 15 e as 18 horas, a turma de Danças e Cantares Tradicionais da UniSeM – Universidade Sénior da Moita, o Grupo Coral “O Norte”, da Baixa da Banheira, duas turmas de alunos da EB1 n.º 2 da Moita, o Centro de Convívio dos Reformados e Idosos da Vila da Baixa da Banheira, o Grupo Coral Alius Vetus, de Alhos Vedros, e o Centro de Reformados e Idosos do Vale da Amoreira vão, através das típicas cantorias de tradição portuguesa, desejar um bom ano novo ao presidente e vereadores da Câmara Municipal, a todos os trabalhadores e à população em geral.






0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010