Dá um Gosto ao ADN

terça-feira, 13 de dezembro de 2016

Contrato visa empregabilidade no concelho de Setúbal

Câmara e SEIES criam programa para uma rede de empregabilidade 

A Câmara de Setúbal e a SEIES – Sociedade de Estudos e Intervenção em Engenharia Social apresentam na quarta-feira, ao meio-dia, na Casa da Cultura, o Contrato Local de Desenvolvimento Social – SIGA Setúbal Interinstitucional Gera Ação. O principal objetivo do SIGA é "criar condições interinstitucionais para a instalação e funcionamento de uma Rede para a Empregabilidade do Concelho de Setúbal e de Conselho Local de Parceiros em cada freguesia, propiciadoras de Comissões Sociais de Freguesia, se decidido pelos respetivos órgãos autárquicos", explica a Câmara de Setúbal. 
Contrato de desenvolvimento social é assinado a 14 de Dezembro

No âmbito do Programa Operacional da Região de Lisboa, o Ministério da Solidariedade, Emprego e Segurança Social implementou a terceira vaga do Programa Contrato Local de Desenvolvimento Social, agora designado de CLDS 3G.
O Projeto SIGA – Setúbal Interinstitucional Gera Ação é a designação para o CLDS 3G de Setúbal, que foi construído com base nos instrumentos de planeamento concelhios da Rede Social, nomeadamente o Diagnóstico Social e respetivo Plano de Desenvolvimento Social.
O SIGA, com uma duração de três anos, visa "potenciar os territórios e a capacitação dos cidadãos e das cidadãs, através da promoção da equidade territorial, a igualdade de oportunidades e a inclusão social nas suas mais diversas dimensões", diz a autarquia.
"O reforço da pró-atividade, com base territorial, dos agentes institucionais e das pessoas, na busca de soluções para as diferentes problemáticas e a promoção do desenvolvimento sustentável e inclusivo dos territórios", é a missão do projeto.
Os três eixos de intervenção do SIGA são o emprego, formação e qualificação, a intervenção familiar e parental e a capacitação da comunidade e das instituições.
São objetivos do projeto "promover a criação de circuitos de produção, divulgação e comercialização de produtos locais e regionais de modo a potenciar o território e a empregabilidade, bem como promover o desenvolvimento de instrumentos facilitadores tendo em vista a mobilidade de pessoas a serviços de utilidade pública, a nível local, reduzindo o isolamento e a exclusão social", sublinha a Câmara de Setúbal.
O SIGA pretende, igualmente, "promover o desenvolvimento de instrumentos capacitadores das instituições da economia social, com a implementação de serviços partilhados que permitam uma maior racionalidade de recursos e a eficácia de gestão, e promover a inclusão social, de forma multissetorial e integrada, através de ações a executar em parceria, que permitam contribuir para o aumento da empregabilidade e para o combate a situações críticas de pobreza, particularmente da infantil e da exclusão social de territórios vulneráveis".

Agência de Notícias com Câmara de Setúbal 


0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010