Dá um Gosto ao ADN

segunda-feira, 21 de novembro de 2016

Sarna detetada em escola da Torre da Marinha

Sarna atinge alunos e gera alarme em escola do concelho do Seixal 

Sete alunos da Escola Secundária Alfredo dos Reis Silveira, na Torre da Marinha, concelho do Seixal, estão infetados com escabiose – sarna –, uma doença de pele contagiosa que provoca comichão intensa, escreveu o jornal Correio da Manhã. A Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo sublinha que "até à presente data [última sexta-feira] foram identificados cinco casos de escabiose numa turma e outros dois noutra turma, num total de 7 casos".  Pais e alunos garantem haver "mais casos" e acusam a direção da escola de querer "abafar o caso". 
Casos de Sarna detectados em escola da Torre da Marinha 

Segundo a tutela, "todos os casos foram encaminhados para médico de família para confirmação de diagnóstico e iniciar terapêutica". A Administração Regional de Saúde [ARS] de Lisboa e Vale do Tejo assegura que "todos os alunos recorreram ao médico assistente, foram medicados e estão em casa por indicação dos médicos assistentes".
De acordo com o Correio da Manhã, os alunos e encarregados de educação, garantem haver um maior número de casos. "Pelo menos 15 alunos tiveram sarna aqui na escola. Tinham borbulhas e manchas e muita comichão", contou um estudante ao diário.
Já um trabalhador na escola disse ao mesmo jornal que existem 24 casos de sarna. A tutela garantiu que "foram transmitidas medidas preventivas em termos de materiais e equipamentos escolares, bem como informação relativa à prevenção da escabiose por contacto com pessoa afetada".
Já os alunos negam a prevenção e garantem que "a direção tenta abafar tudo e diz aos pais que não se passa nada". A direção da escola  recusou falar do caso.
ARS de Lisboa e Vale do Tejo diz que "todas as recomendações dos serviços de saúde foram cumpridas" e que "os Serviços de Saúde Pública do Agrupamento de Centros de Saúde Almada Seixal estão a acompanhar e monitorizar a situação".
Este ano tem sido recorrente a sarna nas escolas. A Direção-Geral da Saúde tem desvalorizado, considerando que a sarna não justifica o fecho de escolas, porque não configura risco de saúde pública nacional e é facilmente tratável.

Como acontece a sarna 
A escabiose, também conhecida como sarna, é uma doença de pele causada por um parasita. Essa doença, que é bastante contagiosa, é caracterizada principalmente pela coceira intensa. De fácil contágio, a sarna também é de fácil tratamento, embora os sintomas possam demorar um pouco para desaparecer completamente.
A sarna é causada por um ácaro minúsculo, que só pode ser observado por meio de microscópio: o Sarcoptes scabiei. Esse parasita se alimenta de queratina, uma proteína que constitui a camada superficial da pele. Depois do acasalamento, a fêmea deposita seus ovos (seis, em média), que eclodem duas semanas depois. A partir daí, as lesões podem se espalhar para outras partes do grupo a partir do toque – principalmente porque um dos locais mais comuns para o surgimento das lesões é entre os dedos das mãos. As mãos são, de fato, o principal meio de transporte do parasita. A coceira característica da sarna é resultado de uma reação alérgica do corpo à presença dos ácaros.

Agência de Notícias

0 comentários:

Enviar um comentário

Festas Pinhal Novo 2016 - 9 Junho

Festas Pinhal Novo 2016 - 8 Junho

Festas Pinhal Novo 2016 - 7 Junho

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010