Dá um Gosto ao ADN

segunda-feira, 28 de novembro de 2016

Sesimbra requalifica parques do concelho

Jardim do Pinheiro e Parque da Macã ganham nova centralidade 

O Jardim do Pinheiro, primeiro espaço verde e de lazer da Quinta do Conde, vai ser remodelado pela Câmara de Sesimbra. Situado junto ao cruzamento do nó desnivelado, na EN10, uma das principais entradas na vila, foi construído há aproximadamente 30 anos, por iniciativa da autarquia, com apoio da Comissão de Moradores. Em Sesimbra, depois de 30 anos a funcionar como Parque de Campismo, 18 dos quais em regime de concessão, o Parque da Maçã, está a ser transformado num parque verde e de lazer público, com 5,5 hectares e várias valências. De acordo com a autarquia, esta é "uma zona com uma malha urbana consolidada, com uma série de habitações e na qual falta um parque verde, onde os munícipes e alunos que frequentam as escolas possam passear com as famílias e ter uma conjunto de atividades de índole cultural ou ambiental".
Câmara de Sesimbra vai dar nova vida ao antigo parque de campismo 

Numa primeira fase, a Câmara de Sesimbra procedeu à "remoção de todas as estruturas e detritos que se encontravam no espaço, sobretudo um conjunto de pequenas construções e pavimentos que delimitavam os cerca de 400 alvéolos, que foram sendo construídos ao longo dos anos", explica a autarquia. Esta operação resultou "na retirada de mais de 1500 toneladas de entulho, que ainda prossegue".
Depois disso, os serviços municipais procederam a uma limpeza profunda do terreno, "o que permite que neste momento se comece a perceber a configuração do futuro parque", diz a Câmara de Sesimbra.
Ao mesmo tempo, diz ainda a autarquia, "foi criada e instalada a rede de saneamento que servirá os futuros balneários e sanitários, e está a ser substituída toda a rede de água existente, que vai agora servir os pontos de rega, bebedouros e outros equipamentos de apoio". 
Em relação à eletricidade, a autarquia já elaborou o projeto para reorganização da rede que alimentará um conjunto de pontos de luz para apoio a atividades, assim como a iluminação.
No campo de jogos, está a ser feita a limpeza do pavimento e do pequeno anfiteatro, que também funciona como bancada, a requalificação da vedação, com substituição de madeiras que delimitam o espaço de jogo, e a colocação de novas redes nas balizas. Os equipamentos que se encontram neste polidesportivo (balizas e tabelas de basquetebol) passarão por um processo de certificação para que possam ser utilizados em segurança.
Para além disso, os serviços municipais estão a proceder "à limpeza e gestão da vegetação existente, constituída maioritariamente por pinheiro bravo. Algumas das árvores estão a receber tratamento contra a lagarta do pinheiro, outras estão a ser limpas pois têm ramos secos que poderão cair".
Na sequência deste trabalho será também feita uma avaliação das árvores que poderão colocar em perigo os utentes, por representarem risco de queda, tanto por se encontrarem doentes como por terem tido um crescimento desordenado ou demasiado próximo. Os resíduos verdes e madeiras resultantes desta operação de limpeza serão triturados e a “estilha” daí resultante será utilizada no próprio parque.
"Os edifícios de apoio que se encontram no recinto serão também requalificados e transformados pela autarquia para várias funções de apoio ao funcionamento deste equipamento municipal", realça a Câmara.

A história do Parque da Maçã

O Parque Municipal de Campismo da Maçã, construído pela Câmara de Sesimbra, abriu ao público em 1987. Em 1998 foi assinado um acordo de concessão com o Clube de Campismo de Almada, que contemplava a possibilidade de regressar à posse do município dez anos depois. Em 2016, passados 18 anos, a autarquia voltou então a tomar posse do Parque para o transformar num espaço verde e de lazer.
Recorde-se que em Março deste ano, a Câmara de Sesimbra confirmou o resgate do Parque de Campismo da Maçã, apesar da contestação dos dirigentes daquele equipamento, que acusam a autarquia de ignorar os interesses dos trabalhadores e dos campistas.
"Vamos proceder ao resgate do parque, de acordo com o previsto no contrato de cedência celebrado em 1998, porque temos a intenção de ali fazermos um parque urbano para ser fruído pelos munícipes de Sesimbra", disse na altura Felícia Costa, vice-presidente da autarquia sesimbrense.
A autarca acrescentou que aquela é "uma zona com uma malha urbana consolidada, com uma série de habitações e na qual falta um parque verde, onde os munícipes e alunos que frequentam as escolas possam passear com as famílias e ter uma conjunto de atividades de índole cultural ou ambiental".

Requalificação no Jardim do Pinheiro, em Quinta do Conde
Jardim do Pinheiro ganha centralidade em Quinta do Conde 
O Jardim do Pinheiro, primeiro espaço verde e de lazer da Quinta do Conde, vai ser remodelado pela Câmara de Sesimbra. Situado junto ao cruzamento do nó desnivelado, na EN10, uma das principais entradas na vila, foi construído há aproximadamente 30 anos, por iniciativa da autarquia, com apoio da Comissão de Moradores.
Com 3500 metros quadrados, um parque infantil e zonas de estar, rapidamente se tornou num ponto de encontro para os residentes e para todos aqueles que chegavam à Quinta do Conde. O nome deve-o a um enorme pinheiro manso que ali existia, mas que foi derrubado por um temporal, em 2005, que também danificou o parque infantil.
Depois disso, apesar de ter recebido melhoramentos, foi perdendo importância.
O objetivo da desta intervenção, que se prevê que possa começar antes do final do ano, é, "exatamente, voltar a reabilitá-lo e devolver-lhe o brilho de outros tempos", diz a autarquia de Sesimbra em comunicado.
O projeto, diz ainda a Câmara de Sesimbra, "contempla um conjunto de melhoramentos, entre os quais a construção de novos caminhos, plantação de relva e de árvores, requalificação do bebedouro e zona envolvente, arranjo da pérgola, instalação de rede de rega, bancos e papeleiras, pintura do parque infantil, arranjo da rede do campo de jogos e colocação de mesas para jogos".
"Esta intervenção surge na sequência do trabalho desenvolvido nos últimos anos pela Câmara de Sesimbra ao nível da criação e reabilitação de espaços de lazer na Quinta do Conde, de que são exemplo o Parque da Vila, o Parque dos Pinheiros, o anfiteatro da Boa Água ou, mais recentemente, o Parque da Ribeira.", conclui a autarquia.

Agência de Notícias com Câmara de Sesimbra

0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010