Dá um Gosto ao ADN

sexta-feira, 14 de outubro de 2016

'Setúbal SOS' reforça segurança para todos

“Setúbal está na vanguarda tecnológica em matéria de proteção civil”

O “Setúbal SOS”, aplicação para telemóveis, inovadora a nível nacional, que torna o território e a população setubalenses mais resilientes na área da proteção civil, foi apresentado na tarde de quinta-feira pela Câmara Municipal, na Casa da Baía.  “Este projeto assegura que Setúbal pode continuar a ser um concelho no qual a população é mais resiliente face a acidentes de origem natural ou tecnológica”, afirmou o vereador da Proteção Civil, Carlos Rabaçal, sobre a aplicação lançada no âmbito das celebrações do Dia Internacional para a Redução de Catástrofes.

Serviço que não existe em nenhuma outra localidade do país

O “Setúbal SOS”, apresentado no âmbito do programa Semana do Mar – Setúbal 2016, é uma aplicação de telemóvel que tem como mais-valia a possibilidade de o utilizador dar a conhecer ao operador do Centro Municipal de Operações de Socorro, de forma instantânea, a sua posição geográfica através da ligação de dados móveis e do GPS do telemóvel.
A aplicação, inspirada no caso de estudo “My 112”, do Centro de Emergência da Comunidade Autónoma de Madrid, Espanha, está disponível para descarregamento, gratuito, dentro de previsivelmente um mês, através da Google Play Store, para sistemas operativos Android, e da Apple Store, para dispositivos com IOS.
Após o descarregamento da aplicação, o utilizador é solicitado a responder a um conjunto de questões básicas de identificação, umas obrigatórias outras facultativas, relacionadas com o cadastro pessoal, o historial clínico e a pessoa a contactar em caso de necessidade.
E como funciona? É simples. Em caso de emergência, basta ligar o GPS e os dados móveis do telemóvel e acionar o botão vermelho de chamada que ativa o sinal de localização do GPS e estabelece ligação com o Centro Municipal de Operações de Socorro, serviço que não existe em nenhuma outra localidade do país.
Quando a chamada é atendida naquele serviço municipal, o operador tem acesso a dados essenciais para a prestação de socorro, fornecidos aquando da instalação e utilização pela primeira vez da aplicação, como a idade da vítima, doenças conhecidas e pessoa a contactar.

Segurança durante 24 horas dia
O vereador Carlos Rabaçal deu um exemplo: “Por ano são dezenas as situações de praticantes de passeios na natureza que, por várias razões, se perdem na serra da Arrábida. Se tiverem esta aplicação, o contacto com a proteção civil será instantâneo, com a vantagem de comunicarem automaticamente a sua posição geográfica”.
O autarca adiantou que o município vai “começar a aconselhar todos os que praticam este tipo de desporto ou outro que instalem a aplicação no seu telemóvel” para depois reforçar outra mais-valia deste projeto impulsionado pela autarquia sadina: “Facilita a vida dos agentes de proteção civil encarregados das buscas”.
O “Setúbal SOS”, cujo âmbito geográfico de utilização é o território do concelho, pode trazer benefícios à população sénior. “Também as pessoas que residam sozinhas a devem instalar, pois assim estarão sempre em segurança durante 24 horas dia”, sublinhou Carlos Rabaçal.
O utilizador fica ainda com acesso a outras funcionalidades, nomeadamente a receção no telemóvel de avisos relativos a estados de alerta meteorológicos ou à população, bem como informações sobre procedimentos a adotar na possibilidade de exposição a um determinado fenómeno ou situação de emergência.
O engenheiro geógrafo da autarquia Alexandre Aleluia, um dos mentores do projeto, destacou que a aplicação, “pioneira em Portugal”, apresenta como grande novidade “a transmissão de coordenadas de localização aquando da realização de um contacto com o Centro Municipal de Operações de Socorro”.
A aplicação, adiantou, “está pronta a ser utilizada mas apenas estará disponível para download dentro de um mês”, uma vez que “tem de passar pelo escrutínio das duas plataformas”. Acrescentou que no futuro “há a possibilidade de a aplicação estar disponível para Windows Phone e BlackBerry”.
O vereador Carlos Rabaçal vincou que o “Setúbal SOS” é um exemplo “de inovação ao serviço da população, munícipes e visitantes do território setubalense, que a autarquia vai tentar otimizar a levar ao maior número de pessoas possível”. Afirmou, ainda, que “Setúbal está na vanguarda tecnológica em matéria de proteção civil”.

0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010