Dá um Gosto ao ADN

terça-feira, 4 de outubro de 2016

Maçã Camoesa atraiu centenas à vila de Sesimbra

"É a recompensa do trabalho que temos vindo a fazer há vários anos"

A Moagem de Sampaio recebeu, no fim-de-semana de 1 e 2 de Outubro, a 4.ª Mostra da Maçã Camoesa ou Férrea Azoia. A iniciativa reuniu vários produtores deste fruto, que há cerca de dez anos estava praticamente em risco de extinção. "De ano para ano aparecem novos pomares de Maçã Camoesa, o que constitui para todos nós um motivo de grande satisfação", afirmou José Polido, vereador da Câmara de Sesimbra na abertura do certame.
Certame atraiu centenas de pessoas à Moagem Sampaio 

O aparecimento de novos produtores foi ainda destacado pelo autarca. "É a recompensa do trabalho que temos vindo a fazer há vários anos juntamente com os agricultores do concelho, e que se traduziu num aumento bastante significativo do número de árvores desta maçã", acrescentou o autarca.
A mostra contou com a visita da diretora regional de Agricultura e Pescas de Lisboa e Vale do Tejo, Elizabete Jardim, e do delegado regional da Península de Setúbal da Direção de Agricultura e Pescas de Lisboa e Vale do Tejo, Manuel Meireles.
"Nota-se que há aqui uma grande dinâmica que junta da melhor forma o conhecimento antigo, novas técnicas e uma vontade comum de revitalizar uma atividade que estava praticamente abandonada", sublinhou Elizabete Jardim. A responsável pela Direção Regional de Agricultura e Pescas felicitou a autarquia pela aposta nos produtos locais e acrescentou que Sesimbra "mostra que tem excelentes condições para produzir produtos de qualidade".
A iniciativa atraiu centenas de visitantes, o que também deixou os produtores muito satisfeitos. "Está a decorrer acima das nossas expectativas. Trouxemos maçã camoesa, uva santa isabel e figos, mas a este ritmo não sei se iremos ter fruta que chegue até ao fim", referiu André Alvim, representante da Herdade da Mesquita, que marcou presença pela primeira vez no certame.
Para além da Maçã Camoesa, a mostra foi uma oportunidade para os visitantes adquirirem outros produtos locais, tais como a pera de inverno, diversas espécies de uvas e figo, legumes, artesanato, pão e doçaria. E a verdade é que muitos não resistiram a levar para casa um pouco do que havia disponível. "É uma excelente oportunidade para levarmos frutas e legumes da época", comentava um visitante depois de adquirir vários cachos de uva santa isabel e figo moscatel.
A 4ª Mostra de Maçã Camoesa ou Férrea Azoia foi organizada pela Câmara de Sesimbra, em conjunto com a Junta de Freguesia do Castelo e Direção Regional de Agricultura de Lisboa e Vale do Tejo.

0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010