Dá um Gosto ao ADN

sexta-feira, 22 de abril de 2016

Seixal fechou 2015 com saldo liquido de 15 milhões

Balanço positivo do ano passado gera investimento este ano 

A Câmara do Seixal fechou as contas de 2015 com um resultado líquido no valor de 15 milhões e 244 mil euros, registando pelo sexto ano consecutivo exercícios com os proveitos a superarem os custos. A situação económico-financeira voltou a apresentar uma evolução muito positiva dos principais indicadores. Segundo a autarquia, presidida por Joaquim Santos, o resultado de 2015 demonstra assim “uma consolidação crescente da situação económica e financeira da Câmara Municipal do Seixal”, que registou ainda “uma diminuição de 9 milhões e 700 mil euros de dívida”, o que significa “menos 10,8 por cento em relação à existente em 2014”.
Seixal garante mais investimento e obra em 2016 

Esta situação favorável, explica o município, “vai permitir avançar com um conjunto importante de investimentos prioritários, que serão uma mais-valia importante para a população”. Joaquim Santos aponta exemplos de obras prontas a arrancar este ano.
“O início das obras, em 2016, da EB1/JI de Santa Marta do Pinhal, do Núcleo de Náutica de Recreio de Amora, bem como a obra de execução da Praça Central da Torre da Marinha ou os desenvolvimentos dos processos de concurso do Centro Distribuidor de Água de Fernão Ferro e da Piscina Municipal da Aldeia de Paio Pires”, diz o presidente do executivo municipal. 
“Naturalmente, a apresentação do Relatório e Contas de 2015 está condicionada pela situação sócio-económica do País e pelas políticas resultantes do designado memorando de entendimento, que mais não é do que um verdadeiro atentado à soberania e aos interesses nacionais”, acrescenta a autarquia.
Joaquim Santos salientou que, mesmo num quadro difícil e complexo, o município do Seixal “conseguiu materializar os compromissos assumidos com a população, merecendo especial destaque a reforçada aposta na qualificação do serviço público prestado às populações, nomeadamente o investimento na higiene urbana, águas e saneamento, na educação, na mobilidade e trânsito, na reabilitação urbana, no desporto, cultura e área social entre outras áreas”.

Trabalhadores municipais elogiados por presidente 
Joaquim Santos também não esqueceu que uma grande parte destas intervenções “foram realizadas com recurso à administração directa”, o que, realçou, elucida bem a “enorme capacidade dos trabalhadores da Administração Pública Local”. Isto, não obstante que, “fruto da ingerência do Poder Central na autonomia do Poder Local”, a Câmara do Seixal tenha “visto sair em 2015 mais 23 trabalhadores, principalmente na área operacional”, o que, acrescentou, “tem trazido ano após ano dificuldades acrescidas para a realização do serviço público de qualidade” prestado à população.
Dificuldades somente superadas, disse Joaquim Santos a concluir, “pelo grande esforço, entrega, dedicação e abnegação dos trabalhadores da Câmara Municipal do Seixal”.

Agência de Notícias

0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010