Dá um Gosto ao ADN

quarta-feira, 20 de abril de 2016

Apoio à vítima com novas instalações em Setúbal

"Peça fundamental na política de intervenção social"

O gabinete de Setúbal da APAV – Associação Portuguesa de Apoio à Vítima, um dos mais antigos daquela instituição particular de solidariedade social, funciona, a partir de ontem, em instalações cedidas pela Câmara Municipal. “Este é um ato simples mas, como sempre, são estes atos que têm maior significado pelo que permitem fazer e acontecer”, sublinhou a presidente da Câmara de Setúbal, Maria das Dores Meira, na manhã de dia 19, na assinatura do protocolo que formalizou a cedência das instalações, por um período de três anos, renovável automaticamente.

Setúbal tem novas instalações para apoio à vítima 

O gabinete de Setúbal da APAV funciona em instalações camarárias localizadas na Praça do Brasil, num espaço no piso térreo, renovado e adaptado às necessidades daquela entidade, com duas salas, uma destinada ao atendimento, outra para as equipas de voluntariado e reservada a ações de trabalho.
Maria das Dores Meira reforçou que o apoio municipal concedido, no qual se incluem os respetivos encargos de funcionamento das instalações cedidas, agradece e valoriza “o trabalho de uma instituição particular de solidariedade social numa área manifestamente complexa como é o apoio a vítimas de crimes”.
O presidente da Associação Portuguesa de Apoio à Vítima, João Lázaro, afirmou que, com o protocolo de colaboração firmado com a autarquia sadina, foi possível assegurar “a manutenção do gabinete, um dos mais antigos da instituição, em Setúbal”, agora “com condignas condições de trabalho”.
Na cerimónia de assinatura de protocolo, integrada nas comemorações dos 156 anos da Elevação de Setúbal a Cidade, aquele responsável partilhou que a APAV deve ser encarada “como um veículo para ser utilizado” e que constitui “uma peça fundamental na política de intervenção social”.
A promoção da proteção e do apoio a vítimas de infrações penais, em particular às mais carenciadas, designadamente através da informação, do atendimento personalizado e encaminhamento, do apoio moral, social, jurídico, psicológico e económico, é uma das principais missões da associação.

Instalações mais adequadas às necessidades 
O incentivo à solidariedade social, designadamente através da formação e gestão de redes de cooperadores voluntários e do mecenato social, e a mediação vítima-infrator e outras práticas de justiça restaurativa são igualmente esferas de intervenção da APAV, que trabalha em colaboração com várias entidades.
“Eis o que estas instalações ajudam a promover, apoio que se estende à realização de investigação e estudos sobre os problemas da vítima, para a mais adequada satisfação de interesses e a participação em programas, projetos e ações de informação e sensibilização da opinião pública”, realçou Maria das Dores Meira.
A presidente da autarquia frisou que é um orgulho poder ajudar a APAV a concretizar as suas missões. “Sentimos que assim somos parte de algo verdadeiramente importante para os que são vítimas de violência, para os que, indefesos e fragilizados, são incapazes de vencer os enormes problemas que estas situações provocam”.
O ato realizado na manhã de dia 19 de Abril, no qual participaram elementos do Executivo municipal, a par da diretora do Centro Distrital de Setúbal da Segurança Social, Natividade Coelho, do presidente da Junta de Freguesia de S. Sebastião, Nuno Costa, e de representantes da PSP, GNR e Tribunal de Setúbal, incluiu uma visita às novas instalações da APAV.

Agência de Notícias

0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010