Dá um Gosto ao ADN

terça-feira, 26 de abril de 2016

Agente da PSP atacado por 15 pessoas na Amora

PSP espancado por gang defende-se a tiro

Um agente da PSP do Seixal, de 47 anos, foi neste sábado alvo de espancamento por um grupo de 15 homens junto a um bar da Amora, pelas seis horas da manhã. O polícia em questão estava de folga, ia acompanhado de um amigo e quis apenas cumprimentar o dono do bar. Mas um dos agressores, que se encontrava no local, começou logo a injuriá-lo. E por esse homem apresentar tal comportamento foi convidado a sair do bar. O agente saiu quase logo a seguir.Foi pontapeado e esmurrado várias vezes, mas assim que conseguiu sacar da sua arma pessoal fez vários avisos antes de efetuar disparos para o ar. Mas nem com os tiros de advertência o gang parou, tendo voltado a espancar o agente. O polícia, ligado à investigação de drogas, fez outro disparo, mas dessa vez a bala atingiu mesmo um dos agressores numa virilha. E somente com o barulho das sirenes dos carros da PSP é que os agressores se puseram em fuga, dois deles foram detidos.
Agente da PSP foi espancado à saída de um bar na Amora 

A Polícia Judiciária de Setúbal não tem dúvidas. O grupo de 15 homens que sábado de manhã espancou um agente da PSP de folga, à saída de um bar na Amora, no concelho do Seixal, tentou matá-lo sabendo que era polícia. Por isso, os dois detidos pela PJ, em colaboração com a PSP, vão ser presentes a tribunal indiciados por tentativa de homicídio qualificado. 
Continua a caça aos restantes agressores. O polícia, recorde-se, sacou da arma e atingiu um dos atacantes. O jornal Correio da Manhã escreveu que o agente da PSP do Seixal, de 47 anos, entrou pelas seis da madrugada num bar da Amora e foi logo reconhecido, injuriado e atingido com uma moeda. A situação resolveu-se mas quando o polícia saiu do bar tinha à espera um grupo de 15 homens, cadastrados, da Arrentela e Paio Pires. 
Foi imediatamente agredido. Pontapeado, esmurrado e não conseguiu chegar ao carro. As agressões foram de tal forma brutais que o agente teve de sacar da arma pessoal. Fez várias advertências mas continuou a ser alvo de agressões bárbaras. 
O agente da PSP acabou por efetuar quatro disparos para o ar. Ainda assim os atacantes não desmobilizaram e voltaram a espancar o agente. Este estava com a arma na mão e a mesma disparou inadvertidamente. A bala atingiu um dos atacantes numa virilha. 
O agente da PSP que foi espancado, foi posteriormente hospitalizado e já teve alta hospitalar. Encontra-se no entanto com um braço deslocado, vários hematomas pelo corpo e precisou ainda de ser suturado na língua, que por pouco não ficou rasgada. De momento o agente está de baixa por tempo indeterminado.
Só com a chegada de reforços é que os agressores fugiram. Dois foram apanhados. A PJ entende que a gravidade do ataque ao agente da PSP justifica a apresentação dos suspeitos a tribunal por tentativa de homicídio qualificado.

Agência de Notícias

0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010