Dá um Gosto ao ADN

sexta-feira, 11 de março de 2016

Diretor de Oncologia deixa mesmo Hospital do Barreiro

Hospital garante qualidade dos serviços prestados e tempos de resposta 

O conselho de administração do Centro Hospitalar Barreiro-Montijo anunciou, esta quinta-feira, que aceitou a demissão do diretor da Unidade de Oncologia, Jorge Espírito Santo, e referiu que está a efetuar diligências para a sua substituição. "Importa garantir aos utentes da Unidade de Oncologia, e à população em geral, que a qualidade dos serviços prestados, bem como os tempos de resposta e o funcionamento da unidade, continuarão a pautar-se pelos padrões de exigência que têm sido apanágio deste serviço e orgulho desta instituição", refere a administração do centro hospitalar que serve a população dos concelhos do Barreiro, Montijo, Moita e Alcochete. Recorde-se que o diretor do serviço de oncologia demitiu-se do cargo, situação já comunicada à Ordem dos Médicos que está "muito preocupada" com a resposta aos doentes que esta instituição disponibiliza.

Hospital do Barreiro procura novo diretor de oncologia 

"O responsável da Unidade de Oncologia do Centro Hospitalar Barreiro-Montijo,  Jorge Espírito Santo, solicitou a cessação das respetivas funções. Após um período de reflexão e de diálogo com o referido responsável, o conselho de administração decidiu aceitar o seu pedido", refere o centro hospitalar em comunicado.
Jorge Espírito Santo tinha já confirmado à Lusa que estava demissionário. Sem querer especificar as razões do seu pedido de demissão, o oncologista disse que as mesmas são a de todos os diretores de serviço que optam por esta via: falta de condições para manter o que devem ser os seus padrões de prática e assistência aos doentes.
De acordo com a Lusa, a acompanhar o pedido de demissão seguiu para o conselho de administração do Centro Hospitalar Barreiro-Montijo uma carta a explicar as razões desta posição, que já é do conhecimento do bastonário da Ordem dos Médicos.
A Ordem mostrou-se “muito preocupada” com a resposta aos doentes do centro hospitalar que serve a população dos concelhos do Barreiro, Montijo, Moita e Alcochete. 
Para o bastonário da Ordem dos Médicos, as razões enumeradas pelo oncologista passam pelo "não funcionamento adequado das consultas de decisão terapêutica, má organização e falta de recursos".
A acessibilidade em tempo das consultas de oncologia e a não contratação de profissionais, mesmo quando estes estavam dispostos terão sido, segundo o bastonário, razões que levaram ao pedido de demissão de Jorge Espírito Santo.
O clínico "não quer ficar ligado a uma degradação das condições assistenciais aos utentes de oncologia do Barreiro", adiantou José Manuel Silva.

Hospital já procura substituto 
A administração do Centro Hospitalar Barreiro-Montijo, liderada por Silveira Ribeiro, refere que está a procurar um substituto.
"Decorrem atualmente as diligências necessárias à substituição de Jorge Espírito Santo, que se mantém, entretanto, no exercício das funções de responsável pela Unidade de Oncologia", salienta a administração do centro hospitalar.
A administração garante ainda que aos utentes da Oncologia que irá manter os padrões de exigência na prestação dos serviços.
"Importa garantir aos utentes da Unidade de Oncologia, e à população em geral, que a qualidade dos serviços prestados, bem como os tempos de resposta e o funcionamento da unidade, continuarão a pautar-se pelos padrões de exigência que têm sido apanágio deste serviço e orgulho desta instituição", refere.

0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010