Dá um Gosto ao ADN

segunda-feira, 28 de março de 2016

Quinta do Conde teve uma forte participação da população

Moradores ajudam autarquia a escolher prioridades 

A construção de passeios e o arranjo do piso de algumas ruas, especialmente na zona do Casal do Sapo, o embelezamento da entrada na Quinta do Conde, junto à EN10, o reforço da sinalização vertical e horizontal, a criação de uma linha de financiamento para projetos na área da economia social, a conclusão do Lar Residencial e Centro de Atividades Ocupacionais da Cercizimbra, ou a construção de um pavilhão multiusos foram algumas das propostas avançadas no foro local da Quinta do Conde, das Opções Participadas do concelho de Sesimbra.
Autarcas ouviram a população da Quinta do Conde 

A reunião teve lugar no Grupo Desportivo e Cultural do Conde 2, e contou com a presença de muitos munícipes e representantes de coletividades locais.
"Estamos aqui para termos uma melhor perceção do nosso trabalho, percebermos o que está bem e o que pode ser melhorado. Por isso queremos ouvir as vossas opiniões e ideias, de forma a melhorarmos o serviço prestado", sublinhou a vice-presidente da Câmara Municipal, Felícia Costa.
A autarca explicou que para o foro local da Quinta do Conde há uma verba de cerca de 132 mil euros, de um total de 300 mil previstos nas OP16, para intervenções que não estão previstas no Plano de Atividades da Câmara Municipal, aos quais acresce 50 mil euros para as propostas apresentadas através da página da internet da autarquia.
"Melhoria da sinalização, beneficiação do espaço público, arranjos de calçadas e de pisos, mas também projetos de natureza cultural e social cabem perfeitamente dentro das OP", acrescentou a autarca na reunião, depois de um dia muito preenchido com o contacto com a população por parte do executivo municipal, técnicos, presidente da Assembleia Municipal e presidente da Junta de Freguesia da Quinta do Conde, com o objetivo de recolher opiniões e ouvir as preocupações dos munícipes.
Foi o caso de Nádia Xavier, que enalteceu o investimento feito na Quinta do Conde ao nível de pavimentações, tendo elogiado o modelo das OP. "Considero muito positiva a disponibilidade dos autarcas para falarem diretamente com a população. Ajuda-os a perceber o que sentimos, e é importante para quebrar barreiras", referiu a munícipe, que sublinhou a necessidade de se investir num novo canil.
Em resposta a este desafio o vereador José Polido afirmou que a autarquia está atenta e que dentro de alguns meses deverá arrancar a obra de construção de um novo canil municipal, na Aiana.
Um outro munícipe perguntou para quando a abertura de uma Loja do Cidadão na Quinta do Conde, tendo a vice-presidente referido que a autarquia disponibilizou um espaço para o efeito, e que tem vindo a contactar a Administração Central no sentido de instalar o serviço na Quinta do Conde, mas não obteve uma resposta positiva. Lembre-se, a este propósito, que a Câmara Municipal abriu, em janeiro deste ano, um Balcão Único de Serviços e disponibiliza um Balcão Único Móvel, modelo que facilitou consideravelmente a resolução de questões de âmbito municipal.
Para além do contacto com a população na rua e no Mercado Municipal, o programa incluiu reuniões com as direções da União Desportiva e Recreativa da Quinta do Conde, Centro Comunitário da Quinta do Conde, Liga dos Amigos da Quinta do Conde, Grupo Desportivo e Cultural do Casal do Sapo, Associação de Desenvolvimento da Quinta do Conde e Grupo Desportivo e Cultural do Conde 2, onde os autarcas se inteiraram da vitalidade e diversidade dos projetos destas associações, que são importantes para o desenvolvimento e bem-estar da comunidade.

Agência de Notícias

0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010