Dá um Gosto ao ADN

sexta-feira, 4 de março de 2016

Distrito de Setúbal com presença forte na BTL

Turismo une Setúbal e Extremadura ... de mota 

Para profissionais até à tarde de hoje e para todos pelo fim-de-semana fora, a BTL - Feira Internacional de Turismo, em Lisboa, promete muitas viagens e novidades, animação e passatempos. E estão garantidos saldos que podem ir até aos 70 por cento. O evento arrancou na quarta-feira, mas até sexta é só para os profissionais, já no fim-de-semana está aberta ao público em geral. A região de Setúbal está representada este ano com todos os municípios. O concelho de Setúbal e a região da Extremadura, de Espanha, apresentaram ontem um acordo de colaboração para o desenvolvimento de parcerias no setor do turismo. Em destaque esteve a apresentação de uma nova oferta turística, uma rota motard a ligar as duas regiões, através da qual se propõe a descoberta de algumas das melhores sugestões paisagísticas, culturais e gastronómicas ao longo do trajeto.
Setúbal assinou protocolo com província espanhola 

A génese do projeto, a desenvolver pelos operadores turísticos português Taking U There e espanhol L&P Travel, está no intercâmbio institucional registado entre o município de Setúbal e a Direção-Geral de Turismo da Junta da Extremadura no decurso da edição de 2015 do Festival Ibérico do Vinho, organizado pelo concelho sadino.
“Temos hoje perfeito entendimento mútuo, com diálogo permanente, intercâmbios comerciais e investimento empresarial em ambos os sentidos”, realçou a presidente da Câmara Municipal de Setúbal, Maria das Dores Meira, acerca da parceria ibérica, durante a apresentação realizada no pavilhão da BTL da Entidade Regional de Turismo da Região de Lisboa.
A autarca setubalense destacou que a proximidade das duas regiões favorece o desenvolvimento de projetos transfronteiriços com potencial competitivo e interativo, em especial nos segmentos do turismo de natureza, cultural e da gastronomia e vinhos.
“Projetos que queremos que tenham especial enfoque na criação de circuitos e rotas turísticas e na realização de ações de dinamização e de promoção da oferta turística e cultural que caracterizam as duas regiões”, sublinhou.
“Da Montanha ao Mar! (Da Extremadura a Setúbal)” é o primeiro produto turístico que responde precisamente aos objetivos destacados por Maria das Dores Meira.
A implementar em breve, trata-se de uma rota pensada para motociclistas, de ligação de Madrid a Lisboa em oito dias, com a particularidade de atravessar as paisagens e monumentos mais impressionantes que se podem encontrar ao longo do percurso, como os Valles del Jerte e Ambroz, a aldeia do Piódão e, naturalmente, a Serra da Arrábida e a baía de Setúbal.
“Apresentar juntamente com Setúbal uma rota motard que unirá os territórios, além de ser uma excelente ideia, não é mais do que uma metáfora do que é, foi e sempre será o excelente entendimento, cooperação e trabalho em comum entre dois territórios acostumados a lutar e a trabalhar muito para alcançar os seus objetivos”, frisou o diretor-geral de Turismo da Junta de Extremadura, Francisco Martín Simón.
“Esta é uma rota que unirá Setúbal e a Extremadura, mas, evidentemente, já é algo mais. Essa rota é o produto do impulso dado em empreendedorismo privado e também o impulso ao trabalho levado a cabo entre a Junta da Extremadura e a cidade portuguesa de Setúbal”, sublinhou.

Procura de novos mercados 
Francisco Martín Simón recuperou estatísticas oficiais de turismo, que indicam que as dormidas de turistas portugueses em estabelecimentos de hotelaria na região da Extremadura ascendem aos 18,4 por cento em 2014, com um aumento, ainda estimado, de mais 11 por cento em 2015. “Dados importantes a ter em conta”, salientou o representante espanhol.
Ambos os representantes manifestaram o desejo de desenvolver outros projetos no âmbito da dinamização turística mútua nos dois territórios.
“Consideramos essencial que a Escola de Hotelaria e Turismo de Setúbal e a Escola de Hotelaria de Mérida estabeleçam sinergias e contactos no sentido de formalizar projetos ibéricos”, frisou Maria das Dores Meira.
“Um eixo em comum que seguramente iremos potenciar”, reforçou Francisco Martín Simón.
Além da apresentação do acordo de colaboração entre Setúbal e a Extremadura, representantes dos operadores turísticos português e espanhol fizeram uma apresentação detalhada da rota “Da Montanha ao Mar! (Da Extremadura a Setúbal)”.
No final da iniciativa decorreu, também no pavilhão coletivo da Entidade Regional de Turismo da Região de Lisboa, na qual Setúbal está representada com um stand, uma degustação de produtos regionais setubalenses e da região espanhola.

"Ficar, Saborear, Visitar" o Montijo 
Todos os municípios marcam presença na 28.ª edição da Bolsa de Turismo de Lisboa que decorrerá até domingo, na Feira Internacional de Lisboa, no Parque das Nações.
Promover as potencialidades turísticas, económicas e culturais do concelho é o objectivo da Câmara  do Montijo, cuja participação no evento – que este ano prevê registar cerca de 72 mil visitantes – arrancou na quarta-feira com a iniciativa “Brinde o Montijo na BTL”: um brinde com espumante da Cooperativa Agrícola de Santo Isidro de Pegões. “Simultaneamente, para promover a marca Flores do Montijo, haverá oferta de flores aos visitantes da BTL, numa parceria com os floricultores do concelho”, revela a autarquia montijense.
Nos dias 4 (17 horas) e 6 de Março (18/20 horas), terá lugar o passatempo “Montijo – Ficar, Saborear, Visitar”, que irá “oferecer estadias em unidades de alojamento do concelho”. “Para participar deve visitar o balcão da Câmara do Montijo, preencher um simples questionário e esperar que a sorte lhe sorria”, explica a edilidade.
No sábado (5 de Março), Montijo fará a promoção da economia e dos produtos característicos do concelho. “Entre as 16 e as 17 horas, no espaço lounge do stand da Entidade Regional de Turismo da Região de Lisboa, aproveite para desfrutar da nossa ‘Mesa Regional’, com provas e degustações dos vinhos da Malo Tojo, dos doces e compotas dos Sabores da Quinta, dos enchidos da Stec/Raporal, do mel da Melaria Portuguesa, dos cogumelos da Quinta dos Mochos ou dos produtos hortícolas e frutícolas do projecto PROVE.” À mesma hora, o talento artístico montijense estará também em foco com a actuação do grupo de dança contemporânea MAD G Wine, da Escola da Dança On Stage.
No último dia do certame, 6 de Março, entre as 15h30 e as 16 horas, o Grupo de Percussão Batucando vai animar os visitantes da BTL com o seu talento musical.

Alcochete promove património natural 
“Alcochete, Terra de Encantos e Emoções” é a visão estratégica que a Câmara de Alcochete vai apresentar na Bolsa de Turismo de Lisboa.
Em parceria com a Entidade Regional de Turismo da Região de Lisboa, o município de Alcochete vai dar a conhecer, aos milhares de visitantes e operadores turísticos que marcam presença neste certame, as potencialidades turísticas do concelho.
Durante todos os dias da Feira haverá provas de degustação da Fogaça de Alcochete pela Padaria Piqueira, distribuição de gerberas de Alcochete pelo produtor Sílvio Gonçalves e prova de vinhos e licores pelo Restaurante AlFoz.
O Concelho de Alcochete, rico em património natural, assume-se como o local de eleição para mais de 120 mil aves que coabitam na Reserva de forma harmoniosa.
A autarquia adianta ainda que “os cenários naturais que distinguem Alcochete podem ainda ser apreciados de uma forma saudável, através da realização de passeios pedestres, de btt ou até mesmo de canoagem. Ao longo do ano, e no âmbito do programa Alcochet’Aventura, promovemos um conjunto de passeios e roteiros que levam os participantes a explorarem trilhos de salineiros, de marinhas e outros roteiros em cenários de lezíria e até urbanos”.
Para além de um passeio junto ao rio, nas salinas ou no Estuário do Tejo, Alcochete convida ainda a conhecer o seu património edificado: o núcleo antigo da Vila de Alcochete, a Igreja Matriz (monumento nacional), os núcleos museológicos ou para um passeio na ponte-cais e na frente ribeirinha.
Por sua vez, a gastronomia local também se assume como uma das principais atracções turísticas do Concelho. Dada a sua a proximidade com o rio Tejo, os pratos de peixe e de marisco têm presença assídua nas ementas dos restaurantes locais. Caldeirada à fragateiro, amêijoas alcochetanas, ensopado de enguias, massa de choco e linguadinhos fritos são algumas das propostas de degustação que fazem as delícias dos apaixonados pela gastronomia. Já na doçaria, destaque para a fogaça, assim como para o arroz-doce branco.
Em cada dia da Feira estará ainda em exposição uma peça identificativa do artesanato local e que representa algumas das vivências e tradições do Concelho de Alcochete.

Palmela leva vinho, fogaça e queijo de Azeitão à BTL
Palmela volta a apostar forte na Bolsa de Turismo de Lisboa 
Presente na área de exposição da Entidade Regional de Turismo da Região de Lisboa, o município de Palmela prepara-se para apostar no contacto directo com o público, em particular, com os profissionais do sector, através da promoção de uma oferta diversificada, com particular atenção para o turismo cultural e de natureza, e dos produtos de qualidade.
A par dos vinhos multipremiados e do Queijo de Azeitão, que tem na freguesia de Quinta do Anjo o seu grande centro de produção, a tradicional Fogaça de Palmela vai ter lugar de destaque nesta presença do concelho, que convida o público a descobrir e a degustar a rainha da doçaria local.
Com 464 quilómetros quadrados de área e integrado na centralidade da Arrábida, definida no Plano Estratégico para o Turismo 2015-2019 da ERTRL, Palmela é o maior município da Área Metropolitana de Lisboa e é herdeiro de mais de oitocentos anos de história, pontuada por episódios como a conquista por D. Afonso Henriques, o envio da mensagem de esperança pelo Condestável D. Nuno Álvares Pereira (que vindo da Batalha dos Atoleiros, acendeu grandes fogueiras no Castelo de Palmela para alertar o Mestre de Avis, cercado pelos castelhanos em Lisboa, de que a ajuda estava próxima) ou os vários séculos enquanto sede da Ordem Militar de Santiago.

Seixal lembra capacidade do evento
O município do Seixal também terá um espaço próprio no stand da Entidade Regional de Turismo da Região de Lisboa, para atendimento e promoção do concelho. “Neste espaço, o público poderá recolher informação sobre o Seixal, o seu território, as suas ofertas, património e tradições”, sublinha a autarquia.
De acordo com o município seixalense, a BTL 2016 irá reunir “cerca de mil empresas e entidades ligadas ao sector do turismo”. “Trata-se de um local privilegiado de negócio e contacto entre todos os profissionais desta área, através da realização de conferências, workshops, encontros empresariais e demonstrações. É também uma boa oportunidade para ficar a conhecer bem o mercado, uma vez que boa parte dos expositores aproveita a BTL para apresentar as suas principais novidades”, lembra a Câmara do Seixal.
A autarquia salienta que a BTL “é também um espaço onde o público em geral pode escolher novas soluções e destinos para as férias ou participar no programa de actividades, que engloba música, provas e degustações”.
As grandes novidades da edição deste ano, dedicada ao Brasil, são “a dinamização da Bolsa de Empregabilidade, uma bolsa de emprego dedicada ao sector do turismo, a realização em simultâneo do Talkfest (International Music Festivals Forum), evento que se constitui parceiro fulcral para a afirmação dos festivais de música enquanto factor de atracção turístico, e uma plataforma para empreendedores com novas ideias e projectos para o sector”.
A BTL é o ponto de encontro dos profissionais ligados à área turística. Agências de viagem, tour operators, escritórios de promoção turística de diversos países, turismo gastronómico e empresas de produtos e serviços turísticos reúnem-se, a cada ano, na BTL para apresentar as suas ofertas ao mercado e ao público em geral.

Sesimbra mostra o Peixe local 
Sesimbra marca presença, pelo nono ano consecutivo, na Bolsa de Turismo de Lisboa, a maior feira dedicada ao setor de lazer e viagens de Portugal.
Dar a conhecer as potencialidades do concelho enquanto destino turístico é o grande objetivo desta participação. O stand do município vai estar, uma vez mais, inserido na Entidade Regional de Turismo da Região de Lisboa, e volta a dar destaque ao peixe, através da campanha Sesimbra é Peixe.
As praias, o património, a Serra da Arrábida, o fundo do mar e os muito apreciados produtos tradicionais estarão também presentes.
Nesta 28.ª edição da BTL  participam mais de mil expositores oriundos de 40 destinos. Em 2015, a BTL recebeu 72 mil visitantes durante os cinco dias de feira, dos quais 35 mil foram profissionais do setor.

Almada mostra potencialidades locais
O expositor da Câmara  de Almada vai contar com 13 entidades ligadas às áreas do alojamento, restauração ou animação turística. Tal como aconteceu em anos anteriores, vão existir diversas atividades, tais como momentos de animação, provas de degustação e ainda um passatempo que habilita os visitantes a centenas de prémios.
"O objetivo passa pela promoção de Almada enquanto destino turístico junto de operadores e profissionais do sector e, também, do público em geral", explica a autarquia.
Em Janeiro de 2016, Almada esteve presente na Feira Internacional de Turismo, em Madrid, a maior feira de turismo da Península Ibérica.

Moita apresenta "conta-me histórias" no sábado à tarde
Moita vai levar tradições à BTL 

No seu espaço, inserido na Região de Turismo de Lisboa, o Município da Moita dá-se a conhecer como um destino que vale a pena conhecer melhor, a Sul do Tejo, através de vários materiais informativos sobre a oferta turística no concelho, destacando-se o lançamento de um novo Roteiro Turístico do Concelho da Moita e do Mapa de Apoio ao Percurso Turístico Audioguiado “Moita, Conta-me Histórias”.
Do programa de iniciativas, está previsto para o dia 5, pelas 17 horas, a apresentação do novo projeto da Câmara da Moita, o Percurso Audioguiado “Moita, Conta-me Histórias”, seguida de uma degustação da Ferradura da Moita, um “Sabor de Cá”. 
Pelas 20 horas, vai subir ao palco da FIL o Grupo de Danças Antigas Alius Vetus, atuação que se repete no dia 6, às 14h30 e às 17h30. Durante a tarde do dia 6, haverá vários momentos para degustar a Ferradura da Moita.
Passe por lá e participe também no passatempo do Município da Moita, habilitando-se a ganhar um bilhete duplo para um Passeio pelo Tejo a bordo do varino municipal “O Boa Viagem”.

Barreiro convida a conhecer 
O Barreiro também está presente na Bolsa de Turismo, integrado no stand da Entidade Regional de Turismo da Região de Lisboa, em parceria com os 18 municípios que a compõem.
"A BTL é uma oportunidade para o Barreiro promover e divulgar as suas potencialidades, quer ao nível turístico quer ao nível da visitação", sublinha a autarquia.
O Património Industrial, com a criação, em 2015, do Circuito Industrial no âmbito dos Circuitos Turísticos – ROTAS e a Muleta do Tejo, através de uma aguarela de Lenine Rodrigues, são componentes da exposição do Município do Barreiro.
Esta tarde, das 19 às 20 horas, a Animação Boarder Club Portugal (empresa de animação turística do Barreiro), mostra todas as suas potencialidades e no sábado às cinco da tarde há uma mostra de doçaria local.  Todas as atividades decorrem no interior do espaço da Região, na área central do stand.

0 comentários:

Enviar um comentário

Festas Pinhal Novo 2016 - 9 Junho

Festas Pinhal Novo 2016 - 8 Junho

Festas Pinhal Novo 2016 - 7 Junho

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010