Dá um Gosto ao ADN

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

Setúbal preside Clube das Mais Belas Baías do Mundo

Maria das Dores Meira é a primeira mulher a presidir o organismo internacional 

A presidência mundial do Clube das Mais Belas Baías do Mundo pertence, desde o final da semana passada, a Setúbal, com a autarca Maria das Dores Meira a assumir o cargo num congresso daquela associação a decorrer em Porto Galero, nas Filipinas. A autarca de Setúbal vai assumir a presidência do Clube das Mais Belas Baías do Mundo até 2019 e quer criar uma rota de veleiros entre as baías, a divulgação mundial das baías, através de uma aposta forte na visibilidade mediática e a criação de bolsas de mérito para propostas inovadoras e ambientais de proteção às baías. O clube conta com 38 representantes, espalhados por 25 países e em quatro continentes. A baía de Setúbal pertence ao organismo desde 14 de Novembro de 2002.
Baía de Setúbal está entre as mais bonitas do mundo 

“É com imensa alegria e indisfarçável entusiasmo que tenho a honra de assumir, em nome da Baía de Setúbal, a presidência do Clube das Mais Belas Baías do Mundo”, salientou Maria das Dores Meira na tomada de posse realizada no 11.º Congresso Mundial do Clube das Mais Belas Baías do Mundo, que decorreu na ilha filipina de Mindoro.
A autarca fez questão de sublinhar que a responsabilidade confiada a Setúbal é “assumida com empenho e determinação, mas, principalmente, com um sentido de missão”.
Acentuou que o clube “celebra sobretudo a união entre os povos da Terra, articulando de forma muito funcional e harmoniosa as diferenças”.
A presidente defendeu que no Clube das Mais Belas Baías do Mundo, mais fascinante do que a exuberância das paisagens, praias, marinas e equipamentos turísticos, são a diversidade humana, os costumes e as tradições, a que se aliam os patrimónios ambientais, culturais, históricos, linguísticos, étnicos e sociais.
Maria das Dores Meira assumiu a presidência do Clube das Mais Belas Baías do Mundo para o triénio 2016/2019. “O paradigma deste ciclo de três anos de trabalho árduo que agora iniciamos é o da convergência, que respeita a diversidade e que abraça o património ecológico deste belíssimo Planeta Azul”.
Neste sentido, a autarca partilhou um conjunto de propostas que apontam à maior afirmação da associação constituída a 10 de Março de 1997, em Berlim, Alemanha, e que procura promover a troca de experiências entre os membros ao nível de políticas de proteção, conservação e desenvolvimento sustentado das baías.
A identificação com sinalética uniformizada para todas as baías do clube, a celebração do Dia Mundial das Baías a uma escala global e a criação do Jardim das Baías, um espaço verde alusivo ao clube, com várias espécies autóctones representativas da flora de cada baía membro, são projetos para o mandato de Maria das Dores Meira.

Primeira mulher a presidir clube 
A dinamização de uma rota de veleiros entre as baías, a divulgação mundial das baías, através de uma aposta forte na visibilidade mediática e a criação de bolsas de mérito para propostas inovadoras e ambientais de proteção às baías são, entre outras, propostas que Maria das Dores Meira espera ver concretizadas.
“Porque é o mar que nos une a todos, porque são os oceanos que afinal ligam entre si as diferentes culturas e sensibilidades, esta presidência irá dedicar especial atenção à proteção ambiental, apoiando e fomentando projetos que defendam o património marítimo das baías e a universalidade das massas oceânicas”, sublinhou a autarca.
Na tomada de posse da presidência realizada durante o 11.º Congresso Mundial do Clube das Mais Belas Baías do Mundo,  Maria das Dores Meira elogiou o antecessor. “A responsabilidade deste mandato é enorme, já que sucede a exemplar presidência de Galip Gur, de Bodrum Bay, na Turquia”.
A autarca homenageou, igualmente, os fundadores do clube, que, há quase duas décadas, “tiveram a visão de criar uma associação para preservação e melhoria das condições das baías, não comprometendo o futuro das gerações e defendendo o meio ambiente, as espécies marinhas e os recursos de sobrevivência das populações locais”.
O restrito clube, que entregou pela primeira vez a presidência a uma mulher e a Portugal, conta com 38 representantes, espalhados por 25 países e em quatro continentes. A baía de Setúbal pertence ao organismo desde 14 de Novembro de 2002 e conta com uma associação local para promoção e defesa daquele património. Para além da baía setubalense, também a baía da Horta, nos Açores, faz parte do clube das baías mais bonitas do mundo.


0 comentários:

Enviar um comentário

Festas Pinhal Novo 2016 - 9 Junho

Festas Pinhal Novo 2016 - 8 Junho

Festas Pinhal Novo 2016 - 7 Junho

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010