Dá um Gosto ao ADN

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016

Projeto aumenta eficiência energética nas ruas de Setúbal

Artérias da cidade com mais de 400 luminárias LED

A eficiência energética e a iluminação do espaço público de Setúbal saem melhoradas com a instalação de mais de quatro centenas de luminárias LED, tecnologia amiga do ambiente e com vantagens económicas. Este novo investimento da Câmara de Setúbal, designado de Projeto Arquiled, é concretizado no âmbito do Plano de Otimização Energética Municipal, iniciativa que, além da poupança na fatura de energia paga pela Autarquia, aponta à melhoria da sustentabilidade ambiental e do conforto urbano.
Setúbal coloca iluminarias LED em algumas zonas da cidade  

O Arquiled, em fase de instalação desde o dia 10 de Fevereiro, inclui a colocação de um total 404 luminárias com tecnologia LED, sigla inglesa para Light Emitting Diode, que substituem as antigas lâmpadas de vapor de sódio que ainda se encontram em vários locais do espaço público no concelho de Setúbal.
"Neste caso, foi dada prioridade a zonas habitacionais, com este novo projeto de eficiência energética a ter maior expressão nos bairros de São Domingos e do Montalvão, este último com vários arruamentos intervencionados, como as ruas Frei António das Chagas e Oliveira Martins", explica a autarquia em comunicado.
O projeto Arquiled, cuja instalação das luminárias deve estar concluída, previsivelmente, até ao final do mês, chega também à Rua Jorge de Sousa e à Avenida Jaime Cortesão, assim como ao bairro habitacional adjacente à Extensão de Saúde do Sado, em Santo Ovídio.
O projeto impulsionado pela autarquia, que suporta os custos de aquisição das novas luminárias, no montante global de 72 mil 355 euros, é repartido com a EDP, que assegura as despesas de instalação e de manutenção dos equipamentos, a par da empresa Arquiled, fornecedora da tecnologia, e da Grenke, entidade financiadora.
O investimento municipal com o Projeto Arquiled é "liquidado em prestações mensais pelo período de cinco anos. Uma das mais-valias alcançadas é o facto de o valor pago pela Autarquia anualmente por este projeto ser inferior à poupança energética obtida em igual período, estimada em 24 mil 318,86 euros", refere a Câmara sadina.
Além dos benefícios alcançados na redução de custos na fatura energética, a tecnologia LED introduzida no espaço público, com um tempo de vida útil entre os dez e os 12 anos, "contribui para a sustentabilidade ambiental do concelho, com a redução das emissões de dióxido de carbono, neste caso da ordem das 49 toneladas anuais", conclui o comunicado da Câmara de Setúbal.

Agência de Notícias

0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010