Dá um Gosto ao ADN

terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

IMI comparticipa as obras de conservação no Barreiro

Projeto inovador pioneiro no país incentiva reabilitação urbana

A autarquia do Barreiro lançou um programa municipal de apoio à conservação do edificado, apoiando os proprietários de edifícios que tenham mais de 30 anos e estejam inseridos em área de reabilitação urbana. Na sequência da conferência "Política Fiscal Barreirense – Incentivos para os Proprietários", realizada na sede da Associação dos Proprietários do Barreiro, o vereador do Urbanismo e Ordenamento da Câmara do Barreiro, sublinhou que a autarquia lançou um programa que permite aos proprietários requalificar os seus edifícios, tendo em conta determinados critérios.“Temos que incentivar a conservação do nosso parque edificado e valorizar a imagem da nossa cidade”, realçou Rui Lopo. 
Autarquia quer dinamizar a zona mais histórica da cidade 


Rui Lopo defende que devem existir medidas de incentivo aos proprietários, para que estes possam ver com retorno o investimento que fazem no seu património.
O programa municipal de apoio à conservação do edificado permite a apresentação de candidaturas de reparação de revestimentos das fachadas dos edifícios, telhados ou janelas, sendo desenvolvido com base na isenção ou minoração do IMI através da comparticipação das obras realizadas nos edifícios pelos proprietários ou administrações de condomínios.
“Esta é uma aposta na requalificação urbana do Parque habitacional. Usem e abusem do programa”, sublinhou o responsável pelo Urbanismo e Ordenamento da Câmara do Barreiro.
O autarca referiu ainda que as áreas das AUGI’s – Áreas Urbanas de Génese Ilegal também podem beneficiar das medidas apresentadas no programa já que, de acordo com o vereador, “encontramos enquadramento jurídico, com alguma criatividade”.
Rui Lopo, salientou que até ao momento é residual o número de intervenções e lançou o apelo para a participação neste esforço para melhorar a zona mais antiga da cidade. “Os condomínios que se organizem para melhorar as fachadas dos seus prédios, isto é importante, para a melhoria da imagem do concelho”. Até porque, refere Rui Lopo, para além da imagem também a realização de obras contribuem para estimular a economia local e criar emprego. “Temos que incentivar a conservação do nosso parque edificado e valorizar a imagem da nossa cidade”, realçou o autarca.
Rui Lopo acredita que o programa vai ser um sucesso. "O município está a abdicar de receita do IMI para melhorar a imagem da cidade. Quanto mais verba do IMI devolvermos às pessoas, isso significa que melhor será a imagem da nossa cidade", conta o autarca que considera o projeto "inovador".
Nesta iniciativa, o presidente da Direção da Associação de Proprietários do Barreiro, João Gouveia, sugeriu a criação de um Prémio da Reabilitação a ser implementado pela autarquia e recordou que a Associação de Proprietários tem diversos projectos, nomeadamente, estimular a criação de uma bolsa de “arrendamento temporário” e “arrendamento para estudantes”.

0 comentários:

Enviar um comentário

Festas Pinhal Novo 2016 - 9 Junho

Festas Pinhal Novo 2016 - 8 Junho

Festas Pinhal Novo 2016 - 7 Junho

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010