Dá um Gosto ao ADN

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

Barreiro e Moita com novo canil intermunicipal em Março

Uma nova casa para os animais sem dono dos dois concelhos 

Prevê-se para Março, a conclusão das obras do Centro Intermunicipal de Recolha de Animais Errantes dos concelhos do Barreiro e da Moita. Decorrem, neste momento, trabalhos nos pavimentos e coberturas das boxes, seguindo-se os trabalhos de arranjos exteriores. Este centro ficará localizado junto ao Mercado Abastecedor do Barreiro, na Quinta das Rebelas. De salientar que o Centro Intermunicipal de Recolha de Animais Errantes vai contemplar 33 boxes para cães, três celas de quarentena, um gatil, e um espaço administrativo. "O novo equipamento é um importante passo para os dois municípios, no que respeita à questão ambiental, proporcionando melhores condições aos animais abandonados", realçam as duas autarquias.
Novo Centro vai dignificar a vida dos cães e gatos abandonados 


Na Reunião Pública de Câmara do Barreiro, a vereadora Sofia Martins, responsável pelas obras municipais, salientou “a qualidade de conforto” que será proporcionada aos animais quando este equipamento estiver em pleno funcionamento, para além de vir a permitir renovadas condições para os seus visitantes e de trabalho para os seus funcionários.
“O Centro está numa fase final de obra e esperamos que possam estar terminadas em Março. Depois começam a ser feitos preparativos para mudar os animais. Esperamos que muito em breve o novo edifício, muito bonito, possa estar concluído e que permita melhores condições de acolhimento aos animais”, afirmou a autarca barreirense.
Após a conclusão das obras, vão começar os trabalhos de adaptação e mudança das instalações e equipamentos para permitir a entrada em funcionamento do novo equipamento.
A obra, adjudicada à empresa construtora “Betonit” no valor superior a 267 mil euros, contempla 33 boxes para cães, três celas de quarentena, um gatil, três gabinetes de trabalho, copa, sala de tosquias e eutanásias, instalações sanitárias e armazém.
A procura de melhores condições originou a parceria intermunicipal entre estes municípios através do Protocolo de Cooperação assinado em 2015.
Aquando a assinatura do protocolo, o presidente da Câmara do Barreiro disse que "há muito que as nossas instalações são desadequadas e há muito que estudávamos uma solução. Já a encontrámos e procuramos, assim, resolver um problema dos dois concelhos", contou Carlos Humberto.
O presidente da Câmara da Moita, Rui Garcia, também se mostrou satisfeito pelo acordo conseguido e afirmou que o trabalho conjunto deve ser algo para continuar.
"É um bom exemplo que devemos replicar noutras ocasiões. Procuramos resolver problemas que são sentidos nos dois concelhos e juntar esforços e este acordo é bom exemplo de juntarmos esforços e recursos para prestar um melhor serviço público", defendeu o autarca.
De acordo com  protocolo assinado entre os dois municípios, as despesas irão obedecer a uma repartição de 60 por cento para o município do Barreiro e de 40 por cento para o da Moita.


0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010