Dá um Gosto ao ADN

quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

Encontrado cadáver de possível homicida no Barreiro

Encontrado corpo de homem que matou a ex-mulher

Um cadáver foi encontrado, na quinta-feira, no Barreiro e as autoridades suspeitam de que se trata do homem que matou uma mulher a tiro na via pública, disse à Lusa uma fonte da GNR. Uma mulher de 57 anos foi morta a tiro na via pública, no dia 18 de Janeiro, na freguesia de Palhais, no Barreiro, com as autoridades a suspeitarem do ex-companheiro, de 61 anos, que se colocou em fuga e era procurado desde então. O caso está a ser investigado pela Polícia Judiciária e o corpo foi levado para o Instituto de Medicina Legal para ser autopsiado.
Mulher foi assassinada em local público pelo ex-marido no Barreiro 

Fonte policial confirmou, de acordo com a TVI, que o cadáver foi encontrado por volta das 16h40, numa zona de mato, em Palhais, por um homem que andava a passear o cão. Junto do corpo, estava uma arma que o homem terá usado para se suicidar.
As autoridades suspeitam que se trata do suspeito do crime do dia 18. De acordo com informação recolhida pela aquela estação de televisão, trata-se de um indivíduo do sexo masculino, de 61 anos e nacionalidade portuguesa.
Juvenal Silvestre, do executivo da união de freguesias de Palhais e Coina, também confirmou à Lusa que o corpo foi encontrado dentro de uma habitação abandonada, numa zona de mato, perto do local do crime.
"O corpo foi encontrado numa casa abandonada numa zona de mato, entre a Vila Chã e Palhais. A informação que tenho é que foram pessoas que passaram pelo local que encontraram o corpo e que se trata do homem que era procurado", afirmou o autarca. 
O adjunto de comando dos Bombeiros Voluntários do Barreiro disse ao Notícias ao Minuto que o homem "foi encontrado de barriga para baixo numa zona de mato entre Palhais e Vila Chã num local conhecido como Quinta do Castelo do Outeiro".
Ainda segundo Renato Pires o corpo "não apresentava ferimentos visíveis", tendo sido levado, pelas 19 horas, para a morgue do Hospital do Barreiro.
Recorde-se que Manuel Ribeiro era procurado por ter assassinado a mulher na via pública a 18 de Janeiro. O homem não terá lidado bem com a separação e acabou por tirar a vida à ex-companheira, tendo desaparecido de seguida.
A nora do alegado homicida chegou mesmo a lançar um apelo no Facebook para que a ajudassem a encontrar o sogro e hoje confirmou que ele já havia sido encontrado, mas sem vida.
No local estiverem elementos da Polícia Judiciária e da GNR, bem como elementos dos bombeiros do Barreiro. 
O caso está a ser investigado pela Polícia Judiciária e o corpo foi levado para o Instituto de Medicina Legal para ser autopsiado.

0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010