Dá um Gosto ao ADN

quarta-feira, 2 de dezembro de 2015

Choque em cadeia entre Pinhal Novo e Montijo

Um morto e 15 feridos em choque em cadeia na A12

Um choque em cadeia que envolveu 15 veículos ligeiros de passageiros, um autocarro da TST e um motociclo levou ao corte de trânsito num troço da A12, a auto-estrada que faz a ligação à Ponte Vasco da Gama, no sentido Setúbal/Lisboa, na zona do Pinhal Novo. Ao início da tarde, a circulação foi restabelecida. Uma mulher, encontrada dentro de um carro, inconsciente, quando já se procedia à limpeza da via e dos destroços, acabou por falecer no local, como lamentou Rui Costa, da Proteção Civil de Setúbal,  não conseguindo explicar como é que aquela vítima só foi detetada passadas horas do acidente, dizendo que a senhora estava dentro de um carro no meio de outros acidentados.
Choque aconteceu esta  manhã na A12 em Pinhal Novo

O acidente ocorreu por volta das 9h30 desta quarta-feira, altura em que na zona se fazia sentir um denso nevoeiro, que dificultava as condições de visibilidade no local.
De acordo com informações divulgadas pelas 11h30 pelo Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Setúbal havia nessa altura registo de 15 feridos, todos eles ligeiros. De acordo com a mesma fonte, nove das vítimas foram transportadas para o Hospital de Santa Maria, para o Hospital de São José e para o Hospital de Setúbal, tendo as restantes seis sido assistidas no local.
Já depois disso, percebeu-se, como confirmou  fonte do CDOS de Setúbal, que deste acidente tinha resultado também uma vítima mortal. Trata-se de uma mulher, com 55 anos, que foi encontrada no interior de um carro, depois de se terem iniciado os trabalhos de remoção das viaturas acidentadas.
A Proteção Civil de Setúbal considera que a fraca visibilidade e a quantidade de viaturas acidentadas na A12 (15 viaturas ligeiras, um autocarro de passageiros e um motociclo) dificultaram o acesso a uma das vítimas deste acidente. Uma mulher de 55 anos que ficou encarcerada num veículo, e que acabou por falecer no local.
Patrícia Gaspar, comandante distrital da Proteção Civil de Setúbal explica que a vítima estava num veículo que se encontrava no meio de outros, e que só quando estes foram removidos é que foi possível chegar ao automóvel em que se encontrava a mulher.
A comandante distrital afirma que a vítima foi de imediato socorrida, mas não resistiu aos ferimentos.
Patrícia Gaspar garante que as autoridades que estiveram no local fizeram tudo para prestar o socorro a todas as vitimas do acidente, mas sublinha que as circunstâncias impediram que esta mulher que acabou por falecer fosse encontrada de imediato.
A comandante distrital afirma ainda que a vítima estava "tombada, com roupas escuras, pouco visível, dentro do interior da viatura, e só nessa altura foi possível identificá-la e proceder ao socorro".

A12 fechada durante cinco horas 
Segundo precisou o capitão Ferreira, comandante do destacamento de trânsito da Guarda Nacional Republicana (GNR) de Setúbal, este acidente ocorreu entre os quilómetros cinco e sete da auto-estrada, logo após as portagens do Pinhal Novo.
No local, durante a manhã, a confusão era muita, com o INEM e os bombeiros do Pinhal Novo, os primeiros a chegar ao local, a tentarem chegar às viaturas afetadas. Os bombeiros demoraram cerca de uma hora para desencarcerar alguns condutores.
Vários testemunhos recolhidos no local indicam que o acidente terá sido causado por um carro que abrandou a marcha, por causa do nevoeiro, o que causou depois o choque em cadeia. Quem estava dentro do autocarro dos TST diz que a viatura foi obrigada a reduzir a velocidade, evitando o choque com um motociclo, e que depois sentiram-se vários embates.
Para trás do autocarro ficou um cenário de caos, já que devido ao nevoeiro vários carros foram incapazes de evitar os choques.
Para o local foram deslocados 23 veículos e 47 operacionais dos bombeiros, INEM, GNR e Brisa, de acordo com o CDOS. O forte aparato de viaturas envolvidas no acidente, mobilizou meios de diversas regiões para o local, nomeadamente, duas VMER, de Loures e de Setúbal, bem como ambulâncias dos bombeiros de Pinhal Novo, Palmela, Moita, Águas de Moura, Montijo e Alcochete, como acrescentou fonte do INEM.
A circulação rodoviária no troço da A12 entre Pinhal Novo e Montijo foi restabelecida pelas 14h30, disse à Lusa a GNR de Setúbal. O trânsito esteve cortado durante cinco horas.

0 comentários:

Enviar um comentário

Festas Pinhal Novo 2016 - 9 Junho

Festas Pinhal Novo 2016 - 8 Junho

Festas Pinhal Novo 2016 - 7 Junho

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010