Dá um Gosto ao ADN

terça-feira, 3 de novembro de 2015

Ciclo das freguesias passou pelo Montijo e Afonsoeiro

"A localização do aeroporto no Montijo é para manter" 

O executivo municipal do Montijo esteve "de visita" à União das Freguesias de Montijo e Afonsoeiro. Em reunião conjunta entre autarcas da câmara e da junta foram reforçados os compromissos de colaboração e parceria entre as duas entidades e abordados os problemas mais prementes, com destaque para a higiene urbana, o asfaltamento de vias e a recuperação de parques infantis. Os autarcas anunciaram que algumas ruas da freguesia ainda serão pavimentadas este ano e deram especial importância aos problemas da educação. O executivo chefiado por Nuno Canta ainda teve tempo para visitar algumas obras em curso na maior freguesia no concelho e circularam na pista que será utilizada para os voos low-cost, na Base Área nº 6. Nuno Canta frisou que a "localização do aeroporto no Montijo é para manter", acrescentando que "a câmara não assinou o memorando de entendimento pois o documento não clarificava os investimentos necessários no Montijo. Não vamos acolher o aeroporto para ficar na mesma", sublinhou o presidente.   
Autarcas de olhos postos na freguesia mais populosa do Montijo

O ciclo de visitas às freguesias do executivo municipal prosseguiu em terras de Montijo e Afonsoeiro. Os autarcas da câmara e da junta reuniram com instituições do concelho, tomando diretamente contacto com alguns dos problemas que preocupam os autarcas da freguesia e a população. 
Nuno Canta informou que, ainda durante este ano serão executadas pavimentações na Rua Bernardo Santareno, Rua António Silva, Rua da Extremadura e Praceta Cidade de Leiria. Em 2016, está previsto o asfaltamento da Avenida Luís de Camões no Montijo e de diversas ruas na zona central do Afonsoeiro.
Sobre a higiene urbana, o presidente da Câmara do Montijo, deu conta do esforço realizado na limpeza de sarjetas e sumidouros e abordou a necessidade de encontrar uma solução legal para que a câmara, em parceria com a junta, possam fazer face a este problema.
Relativamente aos parques infantis, Nuno Canta reconheceu a necessidade de intervir nesta área: “já realizámos o levantamento das necessidades e devemos iniciar os trabalhos de reformulação, manutenção e reparação dos parques infantis. Gostava que, este ano, ainda fosse possível recuperar o parque infantil da Bela Vista e, para o ano, queremos atuar na zona do Alto das Vinhas Grandes”, sublinhou o autarca.
Após a reunião de trabalho, os autarcas visitaram alguns locais da freguesia, nomeadamente as obras que estão a decorrer na Avenida dos Pescadores e na Rua da Brasília de remodelação de coletor de águas residuais, a zona do Bairro Saldanha, o Cais dos Pescadores, a empresa Alhos de Portugal e a Base Aérea N.º 6 do Montijo, onde foi possível circular na pista que será utilizada para os voos low-cost.
À noite, na Sociedade Filarmónica 1.º de Dezembro, os munícipes tiveram oportunidade para expor as suas questões e preocupações. Entre os temas abordados destaque para a educação e o novo aeroporto.
Questionado por um munícipe sobre o novo aeroporto, o presidente esclareceu que a informação existente “é que a localização do aeroporto no Montijo é para manter”, acrescentando que “a câmara não assinou o memorando de entendimento pois o documento não clarificava os investimentos necessários no Montijo. Não vamos acolher o aeroporto para ficar na mesma. Queremos que seja um motor de desenvolvimento do concelho”.

Munícipes preocupados com a educação no Esteval

Um grupo de pais da Escola Básica do Esteval confrontou o executivo municipal com a falta de pessoal não docente naquele estabelecimento de ensino e com o horário desadequado das Atividades de Enriquecimento Curricular.
A vereadora Maria Clara Silva, responsável pelo pelouro da Educação, informou que “a câmara contrata o pessoal auxiliar, mas é o agrupamento que faz a sua colocação/gestão. Neste momento, de acordo com o rácio, faltam dois trabalhadores. Para colmatar as necessidades, a câmara já deslocou uma funcionária para a Escola Básica do Esteval. Os procedimentos administrativos são muito demorados e complexos: o concurso de pessoal que abrimos em Fevereiro só está terminado no dia 12 de Novembro. Nessa altura serão colocados mais trabalhadores na Escola Básica do Esteval”, garantiu a autarca.
Sobre as Atividades de Enriquecimento Curricular, Maria Clara Silva esclareceu que “todos os membros do Conselho Geral do agrupamento de escolas, incluindo os representantes dos pais, votaram pela flexibilidade dos horários das Atividades de Enriquecimento Curricular para contrariar a rotatividade de docentes. Parece-nos uma solução benéfica, pois só assim é possível que os alunos sejam acompanhados pelo mesmo professor durante todo o ano”, sublinhou a vereadora da educação.
Esta foi a primeira de um conjunto de três visitas dedicadas a esta união de freguesias. A próxima visita terá lugar no dia 10 de Novembro e será direcionada para a zona do Bairro da Liberdade, Esteval, Areias e Colinas do Oriente.


0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010