Dá um Gosto ao ADN

quinta-feira, 12 de novembro de 2015

Bocage inspira artistas plásticos em Setúbal

Câmara lança concurso de arte contemporânea em nome de Bocage 

“Bocage Visto e Interpretado pela Arte Contemporânea” é o desafio proposto pela Câmara Municipal de Setúbal para um concurso nacional de artes plásticas, apresentado esta semana, na Galeria Municipal do Banco de Portugal. O evento, de âmbito multidisciplinar, integra o programa das Comemorações dos 250 Anos do Nascimento de Bocage, que a autarquia sadina, juntamente com diversas entidades, está a desenvolver ao longo de um ano, entre Setembro de 2015 e Setembro de 2016. As peças de arte apresentadas a concurso devem ser trabalhos inéditos em disciplinas como pintura, escultura, desenho, gravura, fotografia, instalação e multimédia.
Setúbal lança concurso para artistas plásticos sobre Bocage 

Com o objetivo de dinamizar o meio artístico local e nacional, o evento tem uma temática que orbita unicamente em torno de Manuel Maria Barbosa du Bocage, sendo possível a apresentação de obras que reflitam a figura, a obra ou até ambas as vertentes do poeta.
O concurso, apresentado pelos técnicos municipais José Luís Catalão e Francisca Ribeiro, recebe as candidaturas dos interessados entre 16 de Novembro de 2015 e 16 de Janeiro de 2016. O autor da obra vencedora recebe um prémio pecuniário no valor de 2500 euros.
Todas as obras admitidas a concurso integram uma exposição na Galeria Municipal do 11, em Setúbal, após a qual a obra vencedora e eventuais menções honrosas ficam patentes ao público no Museu Sebastião da Gama, em Vila Nogueira de Azeitão.
No âmbito das exposições, a Câmara de Setúbal produzirá um catálogo sobre as obras apresentadas e os currículos artísticos dos autores.

Bocage celebrado em Lisboa
As Comemorações dos 250 Anos do Nascimento de Bocage, iniciativa de âmbito internacional, promovem este mês em Lisboa [cidade onde viveu grande parte do tempo] um conjunto de atividades, que incluem conferências, performance e exposição.
O programa, arquitetado pela Câmara de Setúbal e por uma comissão científica presidida por Daniel Pires, desenvolve vários eventos na Biblioteca Nacional de Portugal, todos de entrada gratuita.
A primeira iniciativa de novembro em Lisboa foi uma conferência de José Eduardo Franco no dia 10 de Novembro, com o título ”Modernizar o que é obsoleto e iluminar o que é obscuro: Tentativas de reformar e humanizar a Inquisição entre o Pombal e o Liberalismo”.
Segue-se uma performance de Isabel Pinto, na sala de exposições da biblioteca, intitulada “Bocageana teatral: na diáspora dos sentidos (1765-2015)”, dia 14, às 16 horas.
A Biblioteca Nacional recebe mais duas conferências, “Para além do Inferno Cristão do Marquês de Sade: Leituras surreal-abjecionistas de Bocage”, por Rui Sousa, dia 17, às 18h30, e “Bocage e o Teatro do Século XVIII”, por Vanda Anastácio, a 24, à mesma hora.
Além destes eventos na Biblioteca Nacional, de registar a exposição bíblio-iconográfica “Bocage, 250 anos”, a inaugurar no dia 16, às 18 horas, no Centro de Literaturas e Culturas Lusófonas e Europeias da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, onde fica parente até 30 de Novembro.
Em Novembro, há ainda a registar o lançamento da Fotobiografia de Bocage, dia 26, às 18 horas, na Imprensa Nacional - Casa da Moeda.


0 comentários:

Enviar um comentário

Cartão de Visita do Facebook

Anúncios

Se quiser anunciar neste site entra em contato com publicidadeadn@gmail.com
 
ADN-Agência de Notícias | por Templates e Acessórios ©2010